Home » Pessoas » “Kré” interpreta suas próprias composições, no estilo Trap music, RnB e Rap

“Kré” interpreta suas próprias composições, no estilo Trap music, RnB e Rap

Kévin Ramos Évora, conhecido pela alcunha "Kré", é um cantor de 24 anos, natural de São Vicente.

Kévin Ramos Évora, conhecido pela alcunha “Kré”, é um cantor de 24 anos, natural de São Vicente. O jovem interpreta suas próprias composições, no estilo Trap music, RnB e Rap.

Iniciou a sua trajectória no campo musical, em 2012, após a criação do seu grupo: “Sweet Crazy”. Entretanto, só começou a ganhar  destaque em 2014, após ter colaborado no álbum de lançamento do grupo, também mindelense, “TMP  BOYZ”.

Em  2016 criou a própria linha de produção musical, intitulada “#9”. Segundo conta, “inicialmente, a ideia era criar um “mixtape” com nove músicas, mas, com o tempo, acabaria por adoptá-la “como uma marca”.

Entre 2016 e 2018, “Kré” produziu quatro “mixtapes”, nomeadamente: #9, #9 gold edition, #9 love edition e #9 fast food. “#9 gold edition é uma referência por ser um trabalho mais sério, com mais conteúdo e aceitação  do público, mas todos os mixtapes tiveram impacto e shows na maioria das ilhas”,  salienta “Kré”.

Em 2017, o jovem trabalhou na empresa “Channel Vibe”, com o qual lançou o primeiro video-clipe, intitulado “Paradise”, um  dos singles do “mixtape” “#9 gold edition”. Depois seguiram-se uma série de trabalhos em equipa, com a “Channel Vibe”, onde destaca-se o tema “Tmá boné”.

Nos últimos tempos, “Kré” foi agenciado pelo pai, Eurico Évora, que é, também, agente de Djarilene Paris. Inclusive, é o próprio “Kré” o autor das composições “Mi ne amdjer Pa bo” e “Sodade”, lançadas, recentemente, pela ex-Diva Paris.

Nesta fase da sua carreira, este “rapper” prepara-se para abrir uma nova fase, para construir a sua “nova imagem”, de forma autônoma.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade