Home » Mundo » UE pede diálogo EUA-Rússia para preservar Tratado sobre Armas Nucleares

UE pede diálogo EUA-Rússia para preservar Tratado sobre Armas Nucleares

Documento foi assinado em Dezembro de 1987, pelos então presidentes soviético, Mikhail Gorbachev, e dos EUA, Ronald Reagan.

União Europeia (UE) apela ao diálogo entre os Estados Unidos da América (EUA) e a Rússia, de modo a preservar o Tratado Sobre Armas Nucleares, do qual Washington anunciou querer retirar-se por alegadas violações de Moscovo.

“Os Estados Unidos e a Federação Russa devem prosseguir um diálogo construtivo para preservarem este tratado (sobre Forças Nucleares de Alcance Intermédio) e se assegurarem de que é posto em prática verificável e completamente”, defende Maja Kocijancic, porta-voz da chefe da Diplomacia da UE, Federica Mogherini.

A porta-voz reitera que o Tratado contribuiu para o fim da Guerra Fria e da corrida nuclear, sendo “uma pedra angular da arquitectura da Eegurança Europeia desde que entrou em vigor, há 30 anos”.

O Executivo comunitário está a preparar uma Declaração Oficial sobre o Tratado, assinado em 8 de Dezembro de 1987, pelos então presidentes soviético, Mikhail Gorbachev, e dos EUA, Ronald Reagan.

Os Estados Unidos vão retirar-se do Tratado Sobre Forças Nucleares de Alcance Intermédio, anunciou, no sábado, 20, o presidente norte-americano, Donald Trump, acusando Moscovo de violar o Acordo “há muitos anos”.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade