Home » Actualidades » “Foram dois anos de governação na perspectiva do desenvolvimento sustentável” – Manuel de Pina

“Foram dois anos de governação na perspectiva do desenvolvimento sustentável” – Manuel de Pina

Manuel de Pina promete, para o futuro, a construção do estádio municipal, cuja mobilização dos recursos financeiro para o efeito se encontra numa fase avançada, bem como a edificação do polidesportivo de Cidade Velha.

O presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago (CMRGS), Manuel de Pina,  considerou hoje que os dois primeiros anos de governação foram trabalhados numa perspectiva do desenvolvimento sustentável do município.

Essa constatação foi feita em entrevista a Inforpress para fazer o balanço dos dois primeiros anos de governação, que vai completar no próximo dia 27 de Setembro, dia em que tomou posse para o seu segundo ano de mandato.

“Apesar do mau ano agrícola,  houve uma planificação para garantir mais sustentabilidade, tendo como suporte o plano estratégico de desenvolvimento municipal, ou seja, o município foi pensado numa lógica de sustentabilidade  em todos os sectores da sua economia”, explicou.

Para isso, informou o edil, foi criada uma plataforma de socialização integrada por todos os actores sociais  para ajudarem a pensar e gerir o município, numa “lógica de socialização”.

“A plataforma é uma instituição ode toda a política do município onde toda a política do município é discutida, todos os projectos são socializados e a decisão é mais unânime tendo em conta a participação dos actores locais”, explicou o edil.

Acrescentou que, tendo essa plataforma e o plano estratégico já concluídos, vai dar corpo aos projectos de desenvolvimento, em substituição ao gabinete técnico municipal de projectos que era “incipiente” e “sem condições” para dar respostas aos desafios.

Manuel de Lima adiantou, contudo, que todos os projectos a serem implementados nos próximos dois anos vão ter o turismo e o sector económico como “pilares” para “catapultar o desenvolvimento” do município.

“Era necessário programar todo o sítio histórico para dar resposta na projecção do turismo”, explicou Manuel de Pina, esclarecendo que toda a requalificação urbana do sítio histórico é feita no sentido de promover o turismo para todos os povoados do concelho.

O edil ribeira-grandense reafirmou que esses dois anos serviram de planificação, mobilização de recursos e de engenharia financeira para a materialização dos projectos.

De entre esses recursos, destacou o Fundo do Turismo, com 39 mil contos, o projecto “Mais Cidade”, com 140 mil contos, já mobilizados e publicados no Boletim Oficial.

Para além dessas iniciativas apontou ainda o projecto Banco Social, já aprovado pela assembleia municipal, que vai trabalhar a dimensão do empoderamento das famílias, “tudo numa lógica de sustentabilidade”.

Para os próximos anos dois anos, Manuel de Pina promete a concretização dos projectos para ter uma Cidade Velha e os povoados requalificados, vias de acesso melhoradas e praças inauguradas em Botarama, Porto Mosquito e Calabaceira.

Garantiu ainda a construção do estádio municipal, cuja mobilização dos recursos financeiro para o efeito se encontra numa fase avançada, bem como a edificação do polidesportivo de Cidade Velha.

Quanto ao relacionamento com a oposição, em termos políticos, disse que tem sido de “desmobilização”  e em  “não apoiar”  projectos que “dão incentivos e empregos” às famílias.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade