Home » Pessoas » Artesanato por Edmilson Semedo

Artesanato por Edmilson Semedo

Edmilson dispõe de espaço próprio de “trabalho e de exposição permanente do meu talento”, no antigo Mercado de Assomada.  

Edmilson Lopes Semedo, de 24 anos, natural da localidade de Junco, no concelho de Santa Catarina (no interior de Santiago), é um jovem que encontrou no artesanato uma forma de fugir  e driblar ao desemprego. É, actualmente, um artesão reconhecido no mercado, “contagiando” o público com os seus trabalhos.

Há dois anos que Edmilson se tornou num profissional de sucesso. Segundo conta ao  A NAÇÃO, a sua habilidade desenvolveu-se com o tempo e foi reforçada com uma formação de seis meses. “Tornei-me mais profissional após esta capacitação”, confessa.

Depois disso, teve a oportunidade de realizar a sua primeira exposição, que aconteceu na Biblioteca Municipal de Assomada. Agora – conforme revela -, um grande passo seria expor o seu trabalho no estrangeiro. “Seria o concretizar de um sonho; a cereja no topo do bolo”, sustenta.

Edmilson garante que “o retorno do público tem sido muito positivo”, assim como a procura dos seus produtos por parte dos clientes. “Prova disso é que contratei dois auxiliaress para trabalharem comigo, no sentido de responder, atempadamente,  todas as demandas do público”, explica o jovem artesão, manifestando estar “disponível a ajudar outros jovens que queiram apostar nesta área”.

Para ele, ingressar no mundo do artesanato “não é uma simples forma de desenrascar a vida”, mas sim, “um negócio firme” para levar adiante e ter o seu próprio emprego. “É o meu único ganha-pão”, vinca.

Do leque de produtos que Edmilson confecciona, destacam-se pulseiras, sandálias, brincos, carteiras, entre outros.

Edmilson dispõe de espaço próprio de “trabalho e de exposição permanente do meu talento”, no antigo Mercado de Assomada.     

PG

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade