PUB

Mundo

Iémen: ONU convida governo e rebeldes para negociações em Genebra

As Nações Unidas convidaram o governo iemenita e os rebeldes Huthis para as negociações de Genebra (na Suíça), no próximo mês, para tentar encontrar uma solução para a guerra civil no Iémen.

“Posso confirmar que o Gabinete do enviado especial (das Nações Unidas para o Iémen, Martin Griffiths) enviou os convites ao governo do Iémen e à Ansarallah (rebeldes)”, disse Alessandra Vellucci, num encontro com a imprensa, na sede da ONU em Genebra.

Ansarallah (Apoiantes de Deus), é o braço político dos rebeldes xiitas iemenitas, apoiados pelo Irão, que lutam contra o governo do presidente Abd Rabbo Mansur Hadi, reconhecido pela comunidade internacional e apoiado por uma coligação internacional dirigida pela Arábia Saudita.

A guerra, que começou em 2014, já causou mais de dez mil mortos desde o início da intervenção daquela coligação, em Março de 2015, e causou “a pior crise humanitária” no mundo, segundo a ONU.

No início de Agosto, Martin Griffiths afirmou perante o Conselho de Segurança da ONU ser “possível uma solução política” no Iémen, adiantando que as partes seriam convocadas para iniciar negociações de paz a 6 de Setembro, em Genebra.

Vellucci disse não ter qualquer informação sobre eventuais convites de Genebra a representantes do Irão, da Arábia Saudita ou dos Emirados Árabes Unidos (que também integram a referida coligação).

Em 2016, realizaram-se negociações políticas sob a égide da ONU, que não conseguiram ultrapassar algumas questões, como a retirada dos rebeldes Huthis de várias cidades estratégicas e a partilha do poder com o governo.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top