PUB

Mundo

Angola: Governo vai contabilizar refugiados no país

O Governo angolano vai contabilizar, a partir de Dezembro, os refugiados e requerentes de asilo em Angola, estimados em cerca de 70 mil, numa parceria com organizações não-governamentais.

Segundo o chefe do Departamento de Refugiados do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) angolano, Simão Ngola – citado pela Lusa -, Angola tem, actualmente, “controlados” cerca de 16 mil refugiados e perto de 30 mil requerentes de asilo, número que diferem dos apresentados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que os estima em cerca de 70 mil.

Simão Ngola indicou que as províncias da Lunda Norte e do Moxico são as que têm maior índice de refugiados e requerentes de asilo, vindos, maioritariamente, da vizinha República Democrática do Congo (RDC), da Guiné-Conacri, Ruanda e Serra Leoa.

Porém, dados do ACNUR, que dão conta de 70 mil as pessoas nessas circunstâncias, indicam que Luanda apresenta um registo de 15 mil refugiados e 30 mil requerentes de asilo.

 Segundo a representante do ACNUR em Angola, Philippa Candler, Lunda Norte e Lunda Sul contam com 35 mil refugiados e 22 mil deles recebem assistência regular.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top