PUB

Mundo

ONU promove regresso dos Capacetes Azuis à fronteira israelo-síria

As Nações Unidas estão a implementar um “regresso gradual” dos Capacetes Azuis à fronteira entre a Síria e os Montes Golã, um território ocupado por Israel, adiantou a agência Associated Press (AP).

O porta-voz-adjunto da ONU, Farhan Haq, disse aos jornalistas que um dos objectivos principais no regresso da força de paz UNDOF é reabrir a fronteira em Quneitra.

Os Capacetes Azuis regressaram, na quinta-feira, 2, pela primeira vez em anos à fronteira sírio-israelita, em patrulhas-conjuntas com a Polícia Militar russa, reflectindo o papel cada vez mais profundo de Moscovo na mediação do conflito.

Haq disse que “a patrulha de 2 de Agosto na fronteira de Quneitra é parte dos esforços de fazer regressar a UNDOF à área de separação”.

A Polícia Militar russa tem estado a mobilizar-se para as áreas recuperadas aos rebeldes pelo Governo sírio, tendo-se nos últimos dias posicionado nos limites dos Montes Golã, numa movimentação que parece, também, ter por objectivo tranquilizar Israel.

Israel considera que a crescente influência do Irão na Síria como uma ameaça à sua existência e tem procurado garantias de Moscovo de que os combatentes pró-Irão se mantém longe das suas fronteiras.

Haq sublinhou que os russos não são parte da UNDOF, autorizada a patrulhar a zona entre a Síria e Israel desde 1974, que durante quase quatro décadas ajudou a manter a trégua entre os dois países, uma situação que a guerra na Síria inverteu.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top