PUB

Política

Cimeira CPLP: “Condições e quadro político estão criados para uma “boa reunião ministerial” – Luís Filipe Tavares

O ministro dos Negócios Estrangeiros disse hoje no Sal que “todas as condições” e o “quadro político” estão reunidos para uma “boa reunião” de ministros e Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da CPLP.

Luís Filipe Tavares falava na manhã de hoje, no hotel Hilton, em Santa Maria, ilha do Sal, à entrada da reunião do Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que analisará os assuntos que depois serão levados à Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo, apontando que as expectativas são de que o encontro decorra “muito bem”.

“Há uma grande expectativa à volta deste evento, Cabo Verde trabalhou durante meses para preparar esta reunião e acredito que pelos encontros que mantive com os colegas ministros aqui nos bastidores todas as condições estão reunidas e vamos ter uma boa Cimeira”, reforçou o ministro, que se referiu também ao “ambiente distendido e convivial” nos bastidores.

Da reunião de hoje, rodeada de medidas de segurança e com algumas limitações de acesso dos jornalistas aos trabalhos, deverão sair “várias resoluções” sobre os três grandes temas que Cabo Verde apresenta, ou seja, as pessoas, a cultura e os oceanos, em vésperas de assumir a presidência do Conselho de Ministros da CPLP para o biénio 2018-2020.

“Vamos ter agora discussões entre nós e amanhã os chefes de Estado vão aprovar essas resoluções, seguramente”, concluiu Luís Filipe Tavares.

Todos os ministros dos Negócios Estrangeiros da CPLP encontram-se presentes na reunião que deve decorrer até o final do dia de hoje e cuja agenda inclui apresentação do candidato apresentado por Portugal para secretário executivo da CPLP 2019-2020, sendo que a Guiné-Bissau deve, por outro lado, apresentar o candidato designado para o cargo de director executivo do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (ILLP).

A apresentação dos relatórios da presidência brasileira, do secretariado executivo e do ILLP fazem também parte da agenda.

Prevê-se ainda espaço para debate político entre os chefes das diplomacias lusófonas e intervenções dos observadores associados e consultivos, organizações internacionais e do presidente da Confederação Empresarial da CPLP, Salimo Abdula.

A Cimeira dos Chefes de Estado e do Governo da CPLP que arranca esta terça-feira está a ser precedida de vários encontros técnicos e multilaterais com temas diversos.

O Conselho de Ministros de hoje vai analisar os assuntos que depois serão levados à Cimeira, que tem como tema central “Cultura Pessoas e Mobilidade».

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é integrada por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Para além dos membros, a organização tem como observadores associados países como a Geórgia, a Hungria, o Japão, a República Checa, a República Eslovaca, a República das Maurícias, a República da Namíbia, a República do Senegal, a República da Turquia e o Uruguai.

Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top