PUB

Mundo

Chile: Papa envia especialista em crimes sexuais para investigar bispo

O Papa Francisco vai enviar para o Chile o especialista em casos de abuso sexual mais respeitado do Vaticano, o bispo maltês Charles Scicluna.

O objectivo é investigar as novas revelações sobre o bispo Juan de Barros, acusado por vítimas de abuso de encobrir um dos mais infames padres pedófilos do país: o reverendo Fernando Karadima.

O Vaticano disse, terça-feira, 30, citado pela Associated Press, que o bispo maltês vai viajar para o Chile “para ouvir aqueles que expressaram o desejo de fornecer mais elementos” sobre o caso do prelado Juan de Barros.

Este tema dominou a viagem do Papa ao país, que foi recebido com protestos. Enquanto esteve no Chile, Francisco acusou as vítimas do reverendo Fernando Karadima, “de calúnia”. As vítimas diziam que Barros sabia do abuso de Karadima, mas que o encobriu e não fez nada. Acusações que o bispo Barros sempre negou.

Mais tarde, o Sumo Pontífice pediu desculpa pelo uso da palavra “calúnia”, mas insistiu na inocência do bispo Juan de Barros, que segundo este não é acusado de abusos, mas sim de ter encoberto o amigo e mentor.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top