PUB

Sem categoria

Dois mil cidadãos da CPLP adquirem nacionalidade santomense

Cerca de dois mil cidadãos da CPLP, que residem em São Tomé e Príncipe, desde a independência, começaram a receber os seus bilhetes de identidade nacional no âmbito de uma campanha de nacionalização promovida pelo Governo.
O primeiro ato de entrega dos documentos foi orientado pelo ministro santomense da Justiça e dos Direitos Humanos, Roberto Raposo, de acordo com uma fonte oficial.
Roberto Raposo afirmou que a campanha foi um sucesso, e mostrou-se surpreso, por outro lado, pelos efeitos colaterais da decisão do Governo de atribuir nacionalidade a todos os cidadãos da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) que se encontram no arquipélago desde a independência.
“Pude perceber e ver in loco a satisfação que foi a entrega, e o receber do bilhete de identidade por parte dos beneficiários, eu não tinha noção da tamanha grandeza do que fez este Governo”, declarou Roberto Raposo.
Por seu turno, Adelino Santos, diretor dos Serviços de Identificação Civil, Registos e Notariados, disse que à campanha de atribuição de nacionalidade que arrancou em março passado e que terminou em agosto deste ano aderiram dois mil e 224 cidadãos da CPLP.
Fonte: Panapress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top