PUB

Economia

Lusofonia Cabo Verde Eco Resort: Investimento de 100 milhões de euros quer trazer 30 mil turistas ao ano para Santiago

A ser implementado em Ponta Jandangue, zona situada entre Praia e Cidade Velha, o Lusofonia Cabo Verde Eco Resort estima trazer cerca de 30 mil turistas, ao ano, para Santiago. Orçado em cem milhões de euros, o projecto inclui dois hotéis de cinco estrelas, um hospital virado para o turismo de saúde e uma marina. Os promotores garantem que não se trata de mais um “elefante branco”, nem tão-pouco de um mais resort de “maquete”.
O memorando de entendimento para a efectivação do projecto foi assinado ontem na Praia, entre a ministra do Turismo, Investimento e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes, e o consórcio promotor. O grupo é constituído pelo cabo-verdiano Eugénio Inocêncio, por empresários norte-americanos e um português da ilha da Madeira.
Eugénio Inocêncio, figura ligada ao Santiago Golf Resort, garante que não se trata de mais um “elefante branco” para a ilha de Santiago e que tudo está a ser arquitectado para que as obras arranquem no primeiro semestre de 2016.
“Santiago tem um grande potencial como destino turístico. Depois deste virão outros investimentos, porque um destino não se faz só com um hotel. Santiago, pela sua dimensão e oportunidade, pode atingir um milhão de turistas ao ano, a longo prazo”, argumenta.
Para atestar a viabilidade do projecto, na assinatura do memorando de entendimento, estiveram presentes não só representantes dos promotores, como do fundo londrino e da prestigiada marca internacional Meliã, já instalada também na ilha do Sal. Será ela, em princípio, que irá assegurar a gestão dos dois hotéis que constam do projecto.
Inclusive, conforme informações avançadas por Inocêncio, uma das exigências dos promotores e investidores norte-americanos era ter agregado ao projecto uma conhecida marca mundial, que pudesse assegurar a vinda de turistas e assim dar viabilidade e trazer sustentabilidade ao projecto.
Primeiro grande investimento americano
Eugénio Inocêncio diz que este projecto representa uma porta de entrada para o investimento privado norte-americano em Cabo Verde, que até então “não existia no país”, senão através de pequenos projectos de emigrantes cabo-verdianos residentes no país do Tio Sam. “Este é o primeiro projecto de grande envergadura de norte-americanos no país e outros poderão surgir”, perspectiva.
O resort será erguido na zona da Ponta Jandangue, que consta do Plano de Ordenamento Turístico POT.1 – Zona Oriental da ZDTI – Sul da Cidade da Praia. Uma área reservada para hotelaria e zonas residenciais, situada entre as praias de São Martinho e a do Ribão Seco, e junto ao Porto da Calheta de São Martinho, o que facilitará a construção de uma pequena marina e, em principio uma base para um hidroavião.
CULTURA E HISTÓRIA DA LUSOFONIA EM DESTAQUE
Do masterplan, a que o A NAÇÃO teve acesso, constam dois hotéis, um dos quais o Diplomático, num total de 600 quartos, e uma academia multiusos dedicada à arte e à cultura, que terá, entre outras valências, um estúdio de gravação.
Aliás, segundo Eugénio Inocêncio, o resort irá dar uma atenção especial à cultura e à história da Cidade Velha e Cabo Verde, mas também de todos os países que falam a língua portuguesa, incluindo Macau. Nesse contexto, o projecto prevê a construção de um espaço onde irão constar elementos histórico-culturais dos diferentes países da lusofonia, com interesse para os turistas e clientes do resort.
O eco resort irá comtemplar ainda um hospital vocacionado para o turismo de saúde, a construção de 160 apartamentos a serem edificados numa área dedicada a residências e ainda piscinas naturais.
Segundo informações avançadas por aquela fonte, o projecto irá ser edificado em duas fases. A primeira, inclui os dois hotéis, o centro multiusos, parte dos apartamentos e restantes valências, e está orçado em cerca de 60 milhões de euros. Os trabalhos desta primeira fase de construção deverão criar entre 300 e 400 postos de trabalho. Depois, arrancará a segunda fase que inclui a construção do hospital e dos restantes apartamentos.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top