PUB

Política

PM apela ao diálogo entre o sector público e privado

O primeiro ministro, José Maria Neves, defendeu esta terça-feira, na cidade do Mindelo, o diálogo entre o sector privado e o Governo visando a resolução de alguns constrangimentos.
O Chefe do Governo, que falava na cerimónia de abertura do 1º Fórum Nacional do Comercio, que teve o seu início na ilha do Porto Grande, considera que é “fundamental trabalharmos num conjunto de domínios” visando remover os constrangimentos e as barreiras e aumentar a competitividade da economia cabo-verdiana, assinalando que o comércio, tem a ver com o investimento no agro-negócio, indústrias criativas, tecnologias informacionais, transportes, indústrias para ter bases suficientes para o desenvolvimento das trocas comerciais.
O primeiro ministro insistiu na ideia de que o diálogo não é transformar Cabo Verde num “muro das lamentações”, alertando para a necessidade de uma parceria e uma maior abertura entre o sector publico e o privado.
“Precisamos de estudos e de propostas do sector privado em relação a um conjunto de questões que têm a ver com a competitividade da economia cabo-verdiana”, afirmou, desafiando o sector privado a criar uma confederação das associações empresariais e poder ter áreas de estudo e de previsão para apresentar a sociedade civil, ao Governo e ao Parlamento as suas ideias e propostas.
O Primeiro Ministro considerou que o Fórum Nacional do Comércio, ora inaugurado, deve constituir-se num “importante espaço de debate” entre o sector público e o privado.
José Maria Neves fez notar que, nesta área do comércio, o seu Governo tem “um percurso feito” que exemplificou, entre outros, com o fórum de transformação de Cabo Verde de 2013, a integração de Cabo Verde na Organização Mundial do Comércio (OMC) e as actuações no espaço da CEDEAO nas regiões ultra periféricas da União Europeia.
Em relação a CEDEAO, o primeiro-ministro considerou que Cabo Verde só tem futuro estratégico se inserir-se naquele espaço, mas reconheceu que se trata de um caminho “muito longo”, já que há problemas de convergência institucional, técnica e normativa, e dos transportes na região.
O 1º Fórum Nacional do Comércio, que decorre até domingo, 22, no Mindelo, no âmbito da XIX Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), visa criar uma plataforma de diálogo e a busca de consensos para a promoção do alinhamento da agenda de desenvolvimento entre o sector público e o sector privado.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top