PUB

Política

Cabo Verde e Angola querem reforçar cooperação na segurança marítima

Os governos de Cabo Verde e Angola pretendem reforçar a atual cooperação no domínio da segurança marítima, anunciou esta quinta-feira, em Luanda, o ministro da Defesa e dos Assuntos Parlamentares cabo-verdiano, Rui Semedo.
O governante está em Angola para participar na Conferência Internacional sobre Segurança Marítima e Energética, que hoje arrancou em Luanda, tendo sido recebido, à margem do evento, pelo homólogo angolano, João Lourenço.
No final do encontro, Rui Semedo disse aos jornalistas que a segurança é sempre uma das áreas prioritárias nas relações entre os dois países.
“Principalmente a segurança marítima, que coloca a todos os Estados, mas também a Angola e Cabo Verde, desafios acrescidos e a necessidade de busca permanente de respostas para enfrentar com sucesso esses desafios e garantir que os mares sejam espaços seguros”, disse o ministro.
O governante cabo-verdiano destacou ainda a importância da segurança marítima também como garantia da circulação normal e de todo o desenvolvimento da economia, baseada nas trocas entre os diversos países, mas também na segurança energética em que Angola e outros países têm grande interesse.
Rui Semedo assegurou que Cabo Verde pode contribuir para a segurança marítima com experiências nas trocas de meios, nas reflexões sobre a problemática e no encontrar comum de respostas sobre esses desafios, igualmente em todo o exercício que poderá ser desenvolvido entre as forças armadas dos Estados.
Sobre a cooperação com Angola, ao nível da segurança marítima, o governante de Cabo Verde disse que “é uma possibilidade que está sendo trabalhada há muito tempo e que continuará a manter-se na agenda para se desenvolver ainda mais”.
Fonte: Lusa

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top