PUB

Desporto

Crise de refugiados: Zaid, o menino sírio rasteirado, entrou em campo com Ronaldo

Há pesadelos que trazem sonhos atrás. Zaid, o menino sírio que estava ao colo do pai quando este foi rasteirado por uma jornalista, entrou hoje em campo de mão dada com Ronaldo.
Zaid e o pai estiveram este sábado em Madrid e o que o menino sírio de 7 anos sempre sonhou tornou-se realidade: entrou em campo de mão dada com Cristiano Ronaldo, antes do jogo contra o Granada que o Real acabou por vencer por 1-0. Toda a equipa madrilena trazia vestida uma t-shirt de apoio aos refugiados.
Ontem o pequeno Zaid, de sete anos, e o pai — que está a treinar um clube de Getafe — foram recebidos pelo presidente do clube madrileno, Florentino Perez, que lhes mostrou o museu e depois os levou ao treino, onde Zaid conheceu o seu jogador preferido.
A história de Zaid e de Osama Abdul Mohsen, o pai, correu mundo quando, na Hungria, foram rasteirados por uma repórter de imagem quando estavam em fuga. Pai e filho estão agora em segurança, vivem em Getafe, Osama já está a trabalhar e Zaid, fugido da guerra e acolhido na Europa, pode ser um rapaz como tantos outros, que gosta de jogar à bola. Todos os finais pudessem ser assim felizes.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top