PUB

Cultura

Jovem de Santa Cruz promove tarde de leitura para crianças

A jovem activista social, animadora de rádio, estudante de jornalismo, Deisy de Pina, promove este domingo (20) no concelho de Santa Cruz (Santiago), uma “Tarde de leitura infantil dedicada às crianças”.
Deisy de Pina, que já colaborou com o jornal A NAÇÃO, convidou três escritores de literatura infantil – Natacha Magalhães com o “Sete contos e um luar”, Odair Varela, representado por Vitória Veríssimo, com “A fita cor-de-rosa” e Carmelita Gonçalves com “O pirilampo e a libélula” – , para falarem um pouco do livro e contar histórias para as crianças.
“Tenho assistido apresentações de livros, inclusive estive nos lançamentos da Natacha Magalhães e da Carmelinda Gonçalves. Gostei bastante. E sonhei em ver os meninos da minha comunidade a assistir também essas apresentações. Daí convidei e elas aceitaram logo de primeira. Em relação ao Odair Varela soube do lançamento do livro através das notícias. Não pude estar no lançamento na Praia, mas ouvi boas novas”, explica a escolha dos escritores.
A tarde ainda, segundo Deisy de Pina, será de declamação de poesia, concurso de vozes e muita animação. Um programa idealizado a cerca de um mês, depois de uma noite de insónia. “Aproveitei a insónia para escrever o projecto. Quando dei por mim já tinha tudo detalhado, mas também passado quase a noite toda acordada”, diz divertida.
Esta é a primeira iniciativa do tipo que a jovem promove no seu concelho e tem, por objectivo, despertar o hábito de leitura nas crianças. A necessidade de criar algo do tipo surgiu, como explica Deisy de Pina porque em 2012, quando ingressou na universidade chegou à conclusão que afinal “estudamos pouco”, pois estava “despreparada” para o desafio que se iria seguir.
“Quase que não lemos. E tudo isso influencia. Além do mais, tenho ouvido frequentemente que cada dia os alunos saem mais fracos do ensino básico, isso reflecte também no secundário e logo no superior. Pode-se concluir então que estamos despreparados para os desafios que propõe. Daí que pensei em alguma coisa que ajude a melhorar esta realidade. Como a leitura é a maneira mais eficiente de adquirir conhecimento pensei numa tarde de leitura para os meninos da minha comunidade”.
CG

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top