Home » Actualidades » MpD e o “Compromisso para com a Brava”

MpD e o “Compromisso para com a Brava”

O presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, assumiu esta sexta-feira como um dos grandes compromissos para com a Brava

O presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, assumiu esta sexta-feira como um dos grandes compromissos para com a Brava, “desenvolver a ilha como uma região com um modelo de governação que lhe permita recursos e competências para dinamizar a economia e gerir serviços administrativos, sociais, culturais e económicos numa óptica de desenvolvimento e enquadrados por uma estratégia de longo prazo”.

O Líder do maior partido da opoisção fez esta declaração durante o seu discurso na Conferência Compromisso Ilha Brava.

A solução para a Brava, disse ainda Correia e Silva, “não é a sua dependência ao Fogo, mas a sua ligação com o mundo através de transportes, conhecimento, domínio de línguas, tecnologia e com as restantes ilhas do país através da unificação do mercado nacional”.

Por outro lado, o presidente do MpD salientou que os grandes constrangimentos da ilha Brava é que têm afectado a viabilidade do investimento privado e o desenvolvimento da actividade económica na ilha e por conseguinte a capacidade de criar empregos e rendimentos.

O Presidente do MpD defendeu ainda que desbloquear as vias para o desenvolvimento da Brava passa necessariamente pela ampliação do seu mercado através do turismo, através da diáspora e através da ligação ao Fogo e a Santiago.

Amplificar o mercado interno, referiu, é que irá viabilizar e atrair investimentos, o que que quer dizer, mais dinheiro a circular na ilha e nas localidades.

AEROPORTO PARA ILHA BRAVA

“A unificação do mercado permite aumentar o fluxo de mercadorias e de pessoas que circulam das outras ilhas para a Brava e da Brava para as outras ilhas, particularmente para Santiago e Fogo, as ilhas mais próximas”. Para tal, a ilha vai precisar de bom sistema de transportes aéreos e marítimos, com regularidade e a preços competitivos, apontou.

E é nesta óptica que Ulisses Correia e Silva comprometeu-se em a dotar a ilha Brava do seu aeroporto e de um sistema eficiente e regular de transportes marítimos. “Desde que seja confirmada a viabilidade técnica, connosco a Brava terá o seu aeroporto”, anotou.

Na mesma linha, Ulisses Correia e Silva defendeu que, para viabilizar a sua economia, “a Brava precisa de um governo central fomentador do desenvolvimento regional e parceiro da Câmara Municipal”.

É também compromisso do MpD “estabelecer uma boa parceria sustentada numa visão de desenvolvimento, para que a Brava seja uma ilha onde se sente, se respira e se vive a cultura cabo-verdiana na música, na literatura, nas artes e ofícios e em contacto com a natureza, num casamento perfeito entre a ilha das flores e a ilha de Eugénio Tavares”.

A melhoria do sistema de saúde e do sistema de abastecimento de água são outros grandes desafios assumidos pelo Líder do MpD que considera ser “uma exigência de qualidade de vida das populações e uma condição para o desenvolvimento da ilha”.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade