PUB

Sociedade

Doação pela China de dois navios patrulha demonstra que Cabo Verde tem credibilidade – ministro

O ministro da Defesa, Rui Semedo defendeu hoje que o comissionamento e entrega oficial à Guarda Costeira de dois navios de patrulha costeira oferecidos pela China demonstra que Cabo Verde é um país com credibilidade.
Rui Semedo fez estas considerações hoje no final de uma visita que efectuou à sede da Fundação Social das Forças Armadas, na Cidade da Praia, tendo sublinhado que o arquipélago vai continuar a fazer “esforço” para conseguir mobilizar a cooperação internacional não só para o país, mas também para as Forças Armadas, em particular.
“Isso tem demonstrado, claramente, que Cabo Verde é um país que ganha em termos da sua credibilidade, da sua imagem e tem conseguido mobilizar parcerias e apoios de todos os quadrantes do globo”, afirmou, lembrando que a cerimónia de comissionamento e entrega oficial dos dois navios acontece esta sexta-feira, 14, no Porto da Praia pelas 10:00.
A entrega dos dois navios de patrulha costeira, “Badejo” e “Djeu”, será feita esta sexta-feira à Guarda Costeira no âmbito do protocolo entre o Ministério da Defesa Nacional da China e do Ministério da Defesa de Cabo Verde, que engloba a prestação de ajuda militar grátis da China ao arquipélago, que foi rubricado a 14 de Maio de 2013.
Os dois navios patrulha constam de um leque de materiais e equipamentos que incluem ainda quatro ginásios devidamente equipados em todas as regiões militares, uma unidade fabril de fardamento e equipamentos diversos de escritório, avaliado em 585.559 milhões de escudos.
O referido protocolo está enquadrado nos acordos no domínio da defesa entre os dois países, assinados em 2009 e 2012, sendo que as duas embarcações totalmente novas servirão para o reforço da Guarda Costeira no combate ao narcotráfico.
A cerimónia será presidida pelo ministro dos Assuntos Parlamentares e da Defesa, Rui Semedo, e contará com as presenças do embaixador da China em Cabo Verde, Du Xiaocong e do chefe do Estado Maior das Forças Armadas, Alberto Fernandes.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top