PUB

Cultura

Grão-Duque do Luxemburgo visita Cidade Velha e enaltece alegria de viver dos cabo-verdianos

O grão-duque do Luxemburgo visitou hoje a Cidade Velha Património da Humanidade, situada no município de Ribeira Grande de Santiago, e realçou a “alegria de viver” do cabo-verdiano, que permanece intacto embora a história deste povo.
“Quando se pensa que há 20 milhões de escravos que deixaram esta ilha rumo ao Brasil ou outro lugar, acredito que é sobretudo um dever de memória que se deve ter em relação a tudo que se fez aqui”, considerou Henri do Luxemburgo, em declarações à imprensa.
Hoje, acrescentou, “felizmente” tudo já acabou e permanece a “alegria de viver” do cabo-verdiano, exemplificando com a música que tocava ao lado e com a qual foi recebido no berço da Nação cabo-verdiana, e de cujas gentes disse levar na sua memória o sorriso.
“Tive um acolhimento extremamente caloroso da parte de todas as autoridades do país, assim como da população. Devo dizer que esta vista é algo de muito especial para mim, porque mostra a cooperação que o Luxemburgo afectua aqui e também a gratidão dos cabo-verdianos em relação aos apoios que receberam”, enalteceu.
Da parte do ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa, o grão-duque foi presenteado, na ocasião, com dois instrumentos musicais tipicamente cabo-verdiano, a cimboa e o cavaquinho, tendo sido convidado pelo governante a experimentar alguns acordes nos instrumentos.
Depois desta visita, a comitiva luxemburguesa participou na cerimónia de inauguração da residência estudantil da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, uma infra-estrutura, assim como a EHTCV, financiada pela cooperação Luxemburguesa.
No período da tarde deste segundo dia da visita, o grão-duque desloca-se à ilha de São Vicente, rumo a Santo Antão onde será condecorado com o primeiro grau da Ordem Amílcar Cabral e assistirá à cerimónia de assinatura oficial do quarto Programa Indicativo de Cooperação referente ao período 2016/2020.
Henri Albert Gabriel Félix Marie Guillaume faz-se acompanhar nesta visita de três dias ao arquipélago de uma delegação que integra o ministro da cooperação e acção humanitária, Romain Schneider, a secretária de Estado da Economia, Francine Schommer e outros dirigentes.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top