PUB

Política

PM defende aumento de penas para crimes violentos

O primeiro-ministro, à semelhança da nova líder do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV, poder), Janira Hopffer Almada, defende, também, o aumento das penas para crimes violentos e de sangue para se poder resolver a questão da violência e da insegurança que afeta no país.
José Maria Neves, que visitou esta quinta-feira a escola secundária Pedro Gomes, na cidade da Praia, alertou, no entanto, que só o aumento das penas não é solução, pelo que o país tem de tomar outras medidas.
“Mais meios humanos, mais equipamentos, mais recursos financeiros para as forças de segurança, melhor gestão do sistema prisional, melhor gestão das fronteiras”, indicou o chefe do Executivo, informando que o país está a trabalhar para a revisão do Código Penal e do Código do Processo Penal.
O primeiro-ministro considera ainda que é preciso dotar o país de uma força de operações especiais para resolver a questão da violência e insegurança.
“E criar as condições para também nas escolas, nas famílias, igrejas e comunicação social fazerem o trabalho de prevenção da violência e transformar as pessoas em cidadãos conscientes dos seus direitos, dos seus deveres e de todas as suas obrigações e responsabilidades”, disse.
Nos últimos tempos, vários crimes violentos têm provocado o pânico na sociedade cabo-verdiana, tendo o próprio chefe de Estado Jorge Carlos Fonseca considerado que os níveis de insegurança no país “estão além do suportável e do razoável”.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top