PUB

Desporto

“Tubarões Azuis” deixam Senegal hoje com destino a Guiné-Equatorial

A selecção nacional de futebol deixa Dakar Senegal na tarde de hoje com destino a Guiné Equatorial, onde, com a “moral em alta”, vai participar na fase final do Campeonato Africano das Nações, CAN’2015.
Termina assim o estágio de quatro dias na capital senegalesa, e que deu seguimento ao primeiro ensaio realizado na capital portuguesa deste trabalho de preparação dos “Tubarões Azuis”, nome por que ficou conhecida a selecção de Cabo Verde de futebol, na sua segunda e consecutiva presença na prova continental.
O seleccionador, Rui Águas, disse que o Estágio do Senegal terminou sem problemas de maior e Cabo Verde parte para Guiné Equatorial com o objectivo claro de tentar reforçar a realização da equipa, “aproveitar para corrigir o que correu menos bem para que Cabo Verde possa estar conforme o pretendido”.
O técnico lusitano acrescentou que a equipa técnica tem vindo a transmitir ao colectivo a necessidade de praticar um futebol mais junto, para que os jogadores possam estar mais próximos, por ser esta a forma mais fácil de atacar e de defender.
Rui Águas, que apostou no último treino nas jogadas rápidas, com mudanças sucessivas de flancos e circulação da bola, para imprimir uma certa ligeireza as alas e “pressing” constantes em todo o terreno do jogo, disse à Inforpress que esta vai ser uma estratégia para que Cabo Verde possa levar avante os seus intentos.
Outrora referenciado como futebolista do topo do futebol português e mundial, enquanto representava o Benfica, FC Porto e a selecção portuguesa, Rui Águas afirmou que quer aproveitar a sua vasta experiência, quer no campeonato da Europa, quer no Mundial, para coloca-la ao serviço de Cabo Verde, desta feita como treinador, na sua primeira presença no CAN.
Admite que estar no CAN, pela primeira vez, representa uma ocasião “muito especial”,  não só para ele, mas também para os atletas crioulos que se estrearam em 2013, na África do Sul.
“Estar numa prova como o CAN torna-se especial e deixa os jogadores e toda a equipa com vontade para fazer o melhor”, atesta Rui Águas, que insiste na necessidade de Cabo Verde fazer o seu campeonato, jogo-a-jogo, de forma a tentar ultrapassar os quartos-de-final.
De acordo com o plano de voo, a comitiva cabo-verdiana parte à tarde para Malabo, capital da Guiné-Equatorial, onde pernoita para na quarta-feira apanhar um voo de 45 minutos até a cidade de Ebebyin , palco dos jogos do Grupo B.
Inserida no Grupo B de qualificação para o Campeonato Africano das Nações 2015,  que se realiza de 17 de Janeiro a 08 de Fevereiro,  na Guiné Equatorial, a selecção de Cabo Verde vai disputar o acesso aos quartos-de-final com as equipas nacionais da Tunísia, da R D Congo e da Zâmbia, Grupo B.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top