PUB

Cultura

Grupo Calcinha Preta volta a São Vicente

Depois de ter estado no Festival de Baía das Gatas no ano de 2010, os brasileiros Calcinha Preta voltam como convidados da Câmara Municipal de São Vicente (CMSV) para a festa de final de ano, dia 31 de Dezembro, na Rua de Lisboa.
Um retorno que já é motivo de polémica no meio mindelense, com críticas por causa dos custos e de se não valorizar a “prata da casa”. Mas se se tiver em conta a actuação na Baía das Gatas, a edilidade já pode considerar o Réveillon de sucesso, já que em 2010 os Calcinhas Preta, apesar de terem subido ao palco ainda com sol a brilhar, fizeram os festivaleiros levantar os pés dos chão e os levaram ao êxtase. Houve direito até à distribuição de calcinhas para o público.
Entretanto, durante a noite de passagem de ano há ainda participação de grupos locais – Serenata e Nova Ideia – e de um nacional que por agora a CMSV não avançou o nome. Uma festa marcada para depois do habitual “Pit ne baía, sine n´igreja e foguete na rua”. O fogo de artifício deste ano, conforme o vereador da Cultura, Humberto Lélis, tem uma duração entre 12 e 15 minutos.
Tanto a festa de Réveillon, como a iluminação e outros eventos realizados pela edilidade nessa quadra festiva fazem parte, informa Humberto Lélis, do plano de actividades da CMSV. Contam com a parceria de várias outras empresas privadas.
LN

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top