PUB

Economia

Terceiro Inquérito às Despesas e Receitas Familiares arranca em Cabo Verde

O III Inquérito às Despesas e Receitas Familiares (IDRF2014-2015) inicia terça-feira, com o objectivo de atualizar os dados referentes à pobreza e outros indicadores socioeconómicos de Cabo Verde.
Este inquérito vai permitir ao INE determinar o volume e a estrutura das despesas de consumo dos agregados familiares, recolher informação demográfica e socioeconómica dos agregados familiares e da população, quantificar a pobreza e avaliar a sua evolução no tempo, explicou o presidente do INE, António dos Reis Duarte.
O III inquérito vai ainda analisar as condições de vida, avaliar as desigualdades sociais, os determinantes da pobreza e calcular alguns indicadores de avaliação e monitorização do terceiro Documento de Crescimento e Redução da Pobreza (III DRCRP) e dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).
“Este inquérito é muito importante para o país, na medida em que vai permitir aos decisores ter uma ferramenta de análise para os ODM, e também para o seguimento do desenvolvimento e redução da pobreza no país”, sublinhou António Duarte.
Promovido pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o inquérito terá a duração de um ano, período durante o qual serão inquiridos 6.912 agregados familiares de todo Cabo Verde, seleccionados aleatoriamente.
Durante o processo de recolha, cada agregado familiar vai ser observado durante um período de 14 dias, pelos inquiridores.
Os resultados deste inquérito permitirão saber onde é que as famílias cabo-verdianas gastam mais o seu dinheiro se é na alimentação, habitação, transporte, saúde, educação lazer e outros gastos.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top