PUB

Sociedade

Criminalidade: Petição nas redes sociais a favor do aumento da pena máxima

O aumento da grande criminalidade e de crimes de sangue está na origem de uma petição, que circula nas redes sociais a favor do aumento da pena máxima em Cabo Verde.
O narcotráfico e a criminalidade conexa lançaram, recentemente, o pânico no país, com o assassinato da mãe de uma inspectora da Polícia Judiciária, mas, também, a pequena criminalidade continua “aterrorizar” a sociedade cabo-verdiana, que, quase todos dias, recebe notícias de homicídios.
Para se ter ideia do impacto da pequena e grande criminalidade na paz social em Cabo Verde, de acordo com uma fonte policial, de Janeiro a Setembro deste ano, a Polícia Nacional já registou um total de 50 homicídios: 5,5 por mês e um em cada seis dias. Ou seja, rara é a semana em que não morre alguém vítima de alguma bala ou de outra forma, afectando de forma grave a imagem de um país ordeiro e pacífico, ideal para nele se investir e viver.
Confrontado por jornalistas sobre a petição, que circula nas redes sociais, o primeiro-ministro, José Maria Neves, disse que “só o aumento das penas não resolve o problema”.
“Teremos de encontrar formas de agravar algumas penas e ter uma acção mais musculada em relação aos criminosos, respeitando os direitos, a liberdades e as garantias de todos os cidadãos. Mas toda a sociedade cabo-verdiana deve mobilizar-se no sentido de combatermos a criminalidade”, frisou.
À sociedade cabo-verdiana, o primeiro-ministro deixa o seguinte apelo: “para além da acção do Governo é preciso que cada um faça a sua parte. As pessoas devem, a partir de agora, tomar as suas precauções, não andarem em lugares perigosos durante a noite ou andar acompanhadas e fazer tudo para não dar oportunidades aos criminosos. Do lado do Estado temos de fazer tudo para continuar essa luta contra a criminalidade”.
A pena máxima em Cabo Verde é de 25 anos.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top