PUB

Economia

Novo governador do BCV: “está-se perante uma trapalhada partidária”– líder parlamentar do MPD

O líder do Grupo Parlamentar do MpD, Fernando Elísio Freire, considera que o processo de nomeação do novo governador do Banco de Cabo Verde está envolto numa “trapalhada partidária”. Segundo Freire esta “trapalhada” põe em causa a credibilidade do BCV que dá sinais de confiança a todo o sistema financeiro.
“O Governo já meteu e já embrulhou o BCV numa grande trapalhada partidária e isto não é bom, porque o banco está no centro de uma disputa partidária interna entre as várias facções do PAICV”, afirmou.
No concernente à nomeação do ex-ministro Humberto Brito para o cargo de governador do Banco Central, o líder do Grupo Parlamentar do MpD fez questão de realçar que essa nomeação viola a lei que determina que não podem ser nomeados para o Conselho de Administração de entidades reguladoras quem tenha sido membro do Governo nos últimos dois anos.
“Esta confusão entre o partido e o Estado não pode continuar e consideramos que o que está a passar no BCV é inaceitável, inadmissível e tem sido uma trapalhada”, reforçou Elísio Freire, exortando que se nomeia um governador com “laivos de legalidade”.
Relativamente à nomeação, por substituição, de Manuel Frederico como governador, lembrou que o nomeado já terminou o seu mandato como administrador.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top