Home » Actualidades » Porto Novo: Comemorações do Dia do Município arrancam com presença do vice-primeiro-ministro

Porto Novo: Comemorações do Dia do Município arrancam com presença do vice-primeiro-ministro

O concelho do Porto Novo foi criado a 02 de Setembro de 1962, através do Diploma Legislativo Ministerial nº 7, assinado pelo então ministro do Ultramar, Adriano Moreira

As comemorações do Dia do Município do Porto Novo, que se assinala a 02 de Setembro, arrancam quinta-feira com a presença do vice-primeiro-ministro que, além de inaugurações e lançamentos de projectos, preside ainda ao acto solene da Assembleia Municipal.

O programa das festividades divulgado esta quarta-feira pela edilidade portonovense destaca a inauguração de uma praceta na cidade do Porto Novo e de um centro multiusos no Planalto Norte, além de  uma visita ao projecto de electrificação dessa localidade e de entrega de cisternas a famílias locais.

A inauguração da rede de abastecimento de água em Tapume, beneficiando 22 famílias, a entrega de habitações requalificadas em Lajedos, o lançamento do projecto sobre a agricultura periurbana na cidade do Porto Novo e das obras de requalificação da praia de Curraletes constam ainda do programa das festividades de 02 de Setembro.

A inauguração das redes de baixa tensão de Águas das Caldeiras, Lombo e de Alto São Tomé, o lançamento dos projectos de reforço do sistema hidroagrícola de Ponte Sul e do projecto “Jovens Agricultores de Casa de Meio” são outras actividades que assinalam o Dia do Município do Porto Novo.

Do programa se destaca ainda a realização do festival musical da Praia de Curraletes e a entrega de 42 parcelas agrícolas a título definitivo aos agricultores em Casa de Meio, estando previsto para o dia 02 de Setembro a sessão solene da Assembleia Municipal, o ponto alto das comemorações do dia deste município, criado em 1962.

O concelho do Porto Novo foi criado a 02 de Setembro de 1962, através do Diploma Legislativo Ministerial nº 7, assinado pelo então ministro do Ultramar, Adriano Moreira.

O diploma em causa extinguia o então posto administrativo do Porto Novo, que fazia parte do município do Paul e criava o concelho da terceira classe, o terceiro e o maior município de Santo Antão, que ocupa dois terços (2/3) da ilha.

C/Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade