Home » Actualidades » Santa Catarina: Criadores de gado a braços com praga de pulgas

Santa Catarina: Criadores de gado a braços com praga de pulgas

surgimento de pulgas em algumas espécies de animais ruminantes, designadamente cabras e carneiros, está a preocupar os criadores de algumas localidades de Santa Catarina. Eduíno da Moura, residente em Achada Tossa, é um deles. Encontrou as suas crias e o curral infestados de pulga.

“Há cerca de dois meses que reparei os animais estavam a coçar-se bastante. No princípio pensei que se tratavam de piolhos que normalmente aparecem nas cabras, sobretudo quando há carência de pasto. Mas, ao averiguar com mais atenção, fiquei espantado com a quantidade de pulgas que estava nas cabras”, relata Da Moura.

Eduíno conta que no principio tentou combater a praga com um pó branco comercializado em lojas chinesas, sem o efeito desejado, dada a quantidade de parasitas existentes nos animais. “Resolvi chamar os técnicos da Delegação do  Ministério da Agricultura e Ambiente em Santa Catarina (MAA), pagando dois mil escudos, para virem fazer desinfestações dos animais e do espaço, através de pulverização com bomba”.

Conforme Eduíno, passado um período de relativa acalmia, em resultado do tratamento, os parasitas voltaram à carga. “Este é um castigo que há muito tempo não se via. Eles não deixam os animais desenvolver, principalmente neste ano de falta de pasto”, diz, num tom de desalento.

O interlocutor do  A NAÇÃO acredita que esta praga decorre da falta de chuva e do intenso calor que se faz sentir no interior de Santiago. “Devido à seca, muitos animais estão soltos e ficam a urinar na terra quente e, com o calor, provavelmente, gera-se esta quantidade pulgas que há muito não se via”, nota.

 

(Leia mais no Jornal A Nação edição -572 de 16 a 22 de Agosoto de 2018)

SM

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade