Home » Actualidades » Santa Cruz: Câmara Municipal assina protocolo de parceria com Pró Empresa

Santa Cruz: Câmara Municipal assina protocolo de parceria com Pró Empresa

Com este protocolo, vai-se criar condições e oportunidades de negócios para os jovens de Santa Cruz, “garantindo” assim o auto-emprego.

A Câmara Municipal de Santa Cruz assinou um protocolo de parceria com a Pró Empresa – Instituto de Apoio e Promoção Empresarial, com o objectivo de criar condições e oportunidades para os jovens locais.

O acordo protocolar contou com a presença do presidente da Pró Empresa, Pedro Barros, do edil de Santa Cruz, Carlos Alberto Silva, dos jovens locais, entre vários outros representantes de entidades públicas e privadas.

Segundo o edil, com esta assinatura de protocolo com a Pró Empresa, através do Programa Start-up Jovem, vai-se criar condições e oportunidades de negócios para os jovens de Santa Cruz, “garantindo” assim o auto-emprego.

Acrescentou que os jovens, tendo um emprego, vão conseguir realizar as suas necessidades e amealhar os seus próprios rendimentos.

O autarca realçou, também, que com esse protocolo os visados vão conseguir alcançar e melhorar o nível de desenvolvimento socioeconómico do concelho.

Por sua vez, o presidente da Pró Empresa, Pedro Barros, explicou que o protocolo ora assinado enquadra-se num conjunto de acções que a instituição tem estado a desenvolver, em parceria com Câmara Municipal de Santa Cruz.

Avançou ainda que com este encontro com os jovens pretende-se apresentar uns dos programas gerido pela Pro Empresa, que é Start-up Jovem, dirigido aos jovens com formação superior ou profissional.

Para o responsável, o programa visa promover o empreendedorismo através de Start-up, entendida como empresa nova, até mesmo embrionária ou ainda em fase de constituição, que promove um projecto promissor, ligado ao desenvolvimento de uma ideia inovadora de negócio, com base tecnológica.

Adiantou que os outros jovens que não têm formação profissional ou licenciatura podem candidatar-se ao programa de fomento empreendedorismo ou então mesmo fora do programa, ao micro- empreendedorismo.

“O governo vai assumir 50% de garantia de financiamento e bonificações de juros, ou seja, um empreendimento de um jovem está automaticamente garantido, metade pelo Estado, e o jovem vai pagar só metade de juros. É uma facilidade, de modo a tornar o custo de dinheiro menos carro e facilitar o negocio”, afirmou.

De acordo com Pedro Barros, o protocolo é um instrumento que vai regular a relação em prol do “desenvolvimento” de negócio em Santa Cruz, tendo em conta que a câmara municipal é “uma grande parceira”, daí a vontade de continuar a trabalhar e regular as acções futuras.

Para o jovem José Cardoso, é uma “excelente” iniciativa da câmara municipal e da Pró Empresa assinarem este protocolo, que, no seu entender, os jovens em santa cruz estavam muito tempo à espera e acredita que os jovens vão sair a “ganhar” com este programa.

C/Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade