Home » Actualidades » Olavo Correia sobre BIDC: “Gostaria que o nosso relacionamento fosse confirmado com a apresentação de projetos financiáveis e posteriormente financiados”

Olavo Correia sobre BIDC: “Gostaria que o nosso relacionamento fosse confirmado com a apresentação de projetos financiáveis e posteriormente financiados”

Olavo Correia, defende que as relações entre Cabo Verde e o Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC) já são muito boas e que as oportunidades em relação ao futuro apontam para um frutífero caminho.

O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, defende que as relações entre Cabo Verde e o Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC) já são muito boas e que as oportunidades em relação ao futuro apontam para um frutífero caminho. Afiançou, entretanto, que gostaria que esse relacionamento fosse confirmado com a apresentação de projetos financiáveis e posteriormente financiados por parte do banco aos projetos dos cabo-verdianos.

Olavo Correia fez estas declarações, na segunda-feira, 13, na cidade da Praia, enquanto presidia à cerimónia de abertura do seminário do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC) para apresentação dos produtos/mecanismos de financiamento disponíveis para os setores público e privado cabo-verdianos e que foi precedido das sessões específicas “Bussiness to Bussiness – B2B” entre o empresariado nacional e esta importante instituição.

“Um grande momento de partilha de informações sobre o quadro de financiamento existente ao nível da nossa região, nomeadamente, quanto ao envelope que o BIDC tem para Cabo Verde e as condições desse pacote e detalhes quanto aos projetos que podem ser financiados, de modo a potenciarmos o financiamento que esta instituição poderá colocar ao serviço das empresas cabo-verdianas, de modo a criarmos rendimento, e com isso, acelerar a dinâmica de crescimento da economia cabo-verdiana”, reforçou o governante, ao concluir que “a dinâmica de crescimento mudou e agora o trabalho está concentrado na sua aceleração”.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade