Home » Actualidades » São Vicente: Enapor lança concurso para contratar consultor para obras do terminal de cruzeiros

São Vicente: Enapor lança concurso para contratar consultor para obras do terminal de cruzeiros

O concurso decorrerá em duas fases e os interessados devem manifestar interesse em se candidatarem até o dia 28 de Setembro.

A Enapor, Portos de Cabo Verde, abriu concurso público para a contratação de consultoria e assistência técnica para gestão do projecto e fiscalização das obras de construção e manutenção do terminal de cruzeiros de São Vicente.

O concurso decorrerá em duas fases, de acordo com o anúncio publicado na página da empresa na Internet, e os interessados devem manifestar interesse em se candidatarem até o dia 28 de Setembro.

A missão do consultor é auxiliar o Governo, através dos ministérios da Economia Marítima e das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, e da Enapor na implementação do projecto do terminal de cruzeiros, com base na prestação de serviços em áreas revisão e actualização do projecto técnico de base, plano de desenvolvimento do destino de cruzeiro e aquisições públicas, entre outros.

Os critérios de selecção para a constituição da ‘shorlist’, no âmbito do concurso, são experiência em projectos de engenharia portuária, em supervisão de obras hidráulicas e portuárias, na monitorização e gestão de planos ambientais, no sector do turismo de cruzeiros e na selecção e contratação de empreiteiros.

A 15 de Julho, o Governo e o Fundo Orio, da Holanda, rubricaram o acordo de donativo, a fundo perdido, no montante de 10 milhões de euros, para a construção do terminal de cruzeiros, no Porto Grande de São Vicente, orçado na globalidade em 29 milhões de euros.

Desse montante, 16 milhões correspondem ao financiamento já garantido pela OFID, uma instituição de financiamento ao desenvolvimento criada para promover o progresso social e económico no mundo, cujo acordo foi rubricado, em Washington, no mês de Abril, sendo que o restante financiamento corresponde à contrapartida nacional.

Assim, “numa perspectiva realista”, segundo o presidente do conselho de administração da Enapor, Jorge Maurício, as obras do terminal de cruzeiros projectado para São Vicente poderão arrancar em 2019.

O projecto do terminal de cruzeiros já é tido como “muito importante” para a economia de Cabo Verde, no entendimento do Governo, pois o mesmo vai ser “naturalmente” uma zona de expansão do Porto Grande, neste momento “bastante congestionado” com a actividade da pesca e de movimentação da carga convencional, entre outros factores.

O terminal de cruzeiros projectado para o Porto Grande de São Vicente terá dois berços de 400 e 350/300 metros, respectivamente, uma profundidade máxima de 11 metros, e será servida por uma gare marítima para passageiros, uma vila turística junto à marginal que vai ter lojas, free-shops, restaurantes, bares, pequenos museus e souvenir.

Números avançados pela Enapor indicam que, actualmente, só em São Vicente, os navios de cruzeiros “deixam mais de 4 milhões de euros/ano”, e que os turistas gastam entre 30 a 40 euros por pessoa, e com uma margem de progressão “muito favorável” por se tratar de um negócio que “cresce todos os anos” a nível mundial.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade