Home » Actualidades » São Vicente: Centro de Saúde de Bela Vista cria “cantinho da amamentação” para apoiar jovens mães

São Vicente: Centro de Saúde de Bela Vista cria “cantinho da amamentação” para apoiar jovens mães

O espaço, que começou a funcionar no centro de saúde, na quintta-feira (2), segundo a fonoaudióloga Ema Soares, pretende ajudar as mães a ultrapassar os “momentos mais difíceis” e a não desistir de amamentar os filhos.

O Centro de Saúde de Bela Vista criou, no Mindelo, a sala “cantinho da amamentação” para apoiar as jovens mães, uma acção enquadrada nas actividades da Semana do Aleitamento Materno.

O espaço, que começou a funcionar no centro de saúde, na quintta-feira (2), segundo a fonoaudióloga Ema Soares, pretende ajudar as mães a ultrapassar os “momentos mais difíceis” e a não desistir de amamentar os filhos.

“Queremos que as mães nos procuram, vamos ter um profissional disponível para dar orientações e fazer treinamento”, elucidou Ema Soares, que enumera algumas dessas “situações mais complicadas” que podem ser amenizados na referida sala, como de rachaduras nos bicos de mama e ainda excesso de leite.

Enfim, ajuntou, inúmeras preocupações das progenitoras, a ser “suavizadas” no “cantinho da amamentação”, criado, essencialmente, para mostrar as vantagens do aleitamento exclusivo até os seis meses, tanto para as mães e, principalmente, para os filhos.

“O leite materno é a primeira vacina do bebé e quanto mais tempo se tomar, esses bebes serão, no futuro, adultos mais saudáveis”, explicou Ema Soares.

Uma mensagem que está a ser transmitida durante esta Semana do Aleitamento Materno, iniciada quarta-feira, na qual o Centro de Saúde de Bela Vista, através de uma equipa formada por vários profissionais, tem organizado, entre outras actividades, “conversas abertas” com grávidas.

“Porque sabemos que lá em casa, nos momentos mais tensos, ouve-se muitas informações que acabam por deixar as mães com dúvidas”, salientou Ema Soares, referindo ao “dilema” enfrentado por muitas mães jovens que não sabem se devem seguir “aquilo que as mães e as amigas dizem”, ou as indicações dos centros de saúde.

Dessa forma, adiantou, tenta-se eliminar vários “mitos” criados, entre os quais o tão falado “de leite fraco ou leite ruim”, usos de biberão e chupeta, que “trazem muitos malefícios para o bebé, inclusive, de abandonar a amamentação devido à confusão de bicos”.

Cabem ainda nestas orientações as questões de introdução de chás e leites, mudanças “bruscas” na alimentação, como a retirada de feijões e de laranja, “por provocarem cólicas nos recém-nascidos”. “Isto quando sabemos que têm que estar nutridas para levarem os melhores nutrientes aos seus filhos”.

“Então tentamos as orientar para estarem preparadas, de uma forma geral, para fazerem a amamentação exclusiva, pelo menos até os seis meses”, completou Ema Soares.

O Centro de Saúde de Bela Vista inclui nesta Semana do Aleitamento Materno, assinalada até sexta-feira, actividades como mini-palestras, conversas abertas e até apresentação de “sketches” teatrais, versando o tema da amamentação.

Fonte: Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade