Home » Mundo » Nicarágua: Aliança Cívica convoca greve geral 

Nicarágua: Aliança Cívica convoca greve geral 

O Presidente Daniel Ortega e a mulher e vice-Presidente, Rosario Murillo, são alvos de graves acusações de corrupção e de abuso de poder.

A Aliança Cívica pela Justiça e a Democracia da Nicarágua convocou uma greve geral para esta quinta-feira, 14, na sequência da crise sócio-política no país que já causou mais de 140 mortos.

“Decidimos convocar uma greve geral de 24 horas a partir das zero horas desta quinta-feira até às 23:59 da noite do mesmo dia”, afirmou o presidente do Conselho Superior da Empresa Privada (COSEP), José Adán Aguerri – citado pela Lusa -, instando “todos os donos de negócios, pequenos e médios empresários, profissionais independentes e negócios por conta própria a fechar os estabelecimentos e a cessar todas as actividades”.

A representante universitária da Aliança, Valeska Valle, sublinhou que “apenas a acção cívica conjunta de todos assegurará o êxito desta ação legítima destinada a assinalar e deter a violência e a repressão”.

Por fim, a Aliança Cívica exigiu ao Presidente nicaraguense, Daniel Ortega, “uma resposta imediata” à Conferência Episcopal da Nicarágua para retomar o diálogo nacional e “rever o sistema político”, em prol de “uma autêntica democracia e justiça”.

A Aliança integra estudantes, representantes da sociedade civil e do sector privado.

A Nicarágua vive há mais de um mês a crise sócio-política mais sangrenta das últimas décadas.

Os protestos contra o Governo foram desencadeados por uma reforma da Segurança Social, entretanto abandonada, mas subiram de tom por causa da violência das autoridades contra os manifestantes, na sua maioria estudantes, e devido às acusações de corrupção e abuso de poder de que são alvos o Presidente Daniel Ortega e a mulher e vice-Presidente, Rosario Murillo.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade