Home » Actualidades » Roubo de energia: ELECTRA instaura 1.500 autos de transgressão em São Vicente e Santiago em pouco mais de um ano

Roubo de energia: ELECTRA instaura 1.500 autos de transgressão em São Vicente e Santiago em pouco mais de um ano

As actuações resultaram em participações criminais junto à Procuradoria da República, tendo, na maior parte dos casos, sido aplicada como medida de coacção, TIR.

De Janeiro de 2017, a Março de 2018, a ELECTRA já instaurou acima de 1.500 autos de transgressão nas ilhas de Santiago e São Vicente.

Conforme uma nota de imprensa chegada à nossa redacção, estas actuações resultaram em participações criminais junto à Procuradoria da República, tendo, na maior parte dos casos, sido aplicada como medida de coacção, o Termo de Identidade e Residência (TIR).

Inclusive, recentemente foram julgados vários processos, tendo culminado em condenações de pena suspensa de prisão de dois anos e em multas aos infractores.

Proximamente estão marcados vários julgamentos, incluindo, esta sexta-feira, 8 de Junho, com audiências a decorrerem na Cidade da Praia.

Um dos grandes objectivos estratégicos da ELECTRA para o triénio 2018-2020 é o “Programa de Redução de Perdas e Melhoria da Qualidade de Energia”, visando o aumento da eficiência, a melhoria e consolidação da autonomia financeira da empresa, continuidade do serviço e satisfação da procura, redução das perdas não técnicas para níveis sustentáveis, melhoria da qualidade da energia eléctrica e melhoria da estabilidade das redes num ambiente de alta penetração de renováveis.

As perdas de energia eléctrica, que atingiram em 2017 um nível de 25,7%, constituem um dos grandes entraves à autonomia financeira da empresa, ao melhor desempenho do serviço aos clientes e à própria sustentabilidade do sector energético.

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade