Home » Mundo » Mali: UE prorroga missão militar por mais dois anos  

Mali: UE prorroga missão militar por mais dois anos  

Chefiada pelo espanhol Enrique Millán Martinez, a missão é composta por 581 militares, de 22 Estados-membros da UE.

O Conselho da União Europeia (UE) prorroga, para até 18 de Maio de 2020, o mandato da missão de formação de militares no Mali (EUTM Mali), alargando os seus objectivos e reforçando o orçamento da mesma.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE aprovaram a prorrogação da EUTM Mali, por mais dois anos, e incluíram nos seus objectivos, o aconselhamento e apoio à formação à Força Conjunta do G5 Sael, no quadro da Política de Segurança e Defesa Comum.

O Conselho decidiu, igualmente, atribuir à missão, para o período de 19 de Maio de 2018 a 18 de Maio de 2020, um orçamento de 59,7 milhões de euros, para o actual período de dois anos, um reforço face ao anterior de 33,4 milhões de euros.

A missão EUTM Mali presta assistência à reconstrução de Forças Armadas malianas eficazes e responsáveis, capazes de garantir a segurança do Mali a longo prazo e, sob autoridade civil, restaurar a integridade territorial do país.

A missão é composta por 581 militares de 22 Estados-membros da UE.

A EUTM Mali presta formação às unidades das Forças Armadas malianas e contribui para o desenvolvimento de uma capacidade de formação autónoma, aconselhando, ainda, as autoridades malianas sobre a reforma do Exército.

O comandante da missão é o brigadeiro-general Enrique Millán Martinez, de nacionalidade espanhola, que assumiu funções em 31 de Janeiro de 2018.

A missão faz parte da abordagem global da UE, para a segurança e o desenvolvimento do Sahel.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade