Home » Actualidades » Portugal: Santuário de Fátima recebeu mais de 800 mil pedidos de oração em 2017

Portugal: Santuário de Fátima recebeu mais de 800 mil pedidos de oração em 2017

A peregrinação, um ano após a visita do Papa Francisco e a canonização de Francisco e Jacinta Marto, termina neste domingo, 13.

O Santuário de Fátima (em Portugal), onde começou, no sábado, a peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de Maio, recebeu, em 2017, mais de 800 mil pedidos de oração, mais do dobro das recepcionadas no ano anterior, divulgou a instituição.

“Tivemos um número bastante significativo, mais do que duplicámos o número de pedidos de oração”, afirmou à agência Lusa, a directora do Gabinete de Comunicação do Santuário de Fátima, Carmo Rodeia, assinalando que “estes pedidos de oração vêm de todas as partes do mundo”.

Segundo dados da instituição, em 2017, ano do Centenário das Aparições, da visita do Papa Francisco e da canonização de Francisco e Jacinta Marto, o santuário recebeu 807 mil 827 pedidos de oração. No ano anterior tinham sido 243 mil 485.

Perto de 263 mil dos pedidos foram em língua inglesa, seguindo-se 131 mil 710 em português, 65 mil 809 em espanhol, 38 mil e 16 em francês e 30 mil 385 em italiano. Houve ainda um total de 278 mil 756 pedidos de oração noutros idiomas.

A também porta-voz do Santuário justificou este aumento com o facto de 2017 ser o ano do centenário, mas salientou que foi, igualmente, “um ano também de culminar de crise”.

“Nós verificámos sempre que durante os períodos da crise — porque estas coisas também estão sempre associadas – há mais preces a Nossa Senhora a pedir a sua intercessão para de facto obter graças”, afirmou.

Carmo Rodeia adiantou que os pedidos de oração “chegam, essencialmente, por duas vias”, uma das quais quando os peregrinos se deslocam a Fátima e “deixam as suas preces na peanha” junto à imagem da Virgem de Fátima, na Capelinha das Aparições.

“É o correio de Nossa Senhora”, referiu, sendo que, neste caso, as religiosas das Irmãs Oblatas de Maria Virgem de Fátima, congregação responsável pela resposta aos pedidos de oração, não abrem as cartas.

Segundo a directora do Gabinete de Comunicação, “são pedidos directos a Nossa Senhora, são graças que as pessoas obtêm e que dizem respeito única e exclusivamente à relação entre Nossa Senhora e os peregrinos”.

“Elas não abrem, registam, sinalizam e rezam”, precisou Carmo Rodeia, notando que entre Maio e Outubro de 2017 houve dias em que as religiosas foram recolher por três vezes mensagens colocadas na peanha.

A outra principal via de recepção de pedidos de oração no Santuário é o correio electrónico.

A peregrinação internacional aniversária de Maio ao Santuário de Fátima, no distrito de Santarém, a primeira é presidida pelo cardeal John Tong, bispo emérito de Hong Kong, e tem como tema “Tempo de graça e misericórdia: dar graças pelo dom de Fátima”.

A peregrinação, um ano após a visita do Papa Francisco e a canonização de Francisco e Jacinta Marto, termina neste domingo, 13, com missa, bênção dos doentes e Procissão do Adeus, a partir das oito horas.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade