Home » Actualidades » Angola e Cabo Verde querem diálogo económico empresarial

Angola e Cabo Verde querem diálogo económico empresarial

Os dois países acordaram em criar condições técnicas e legais que permitem a identificação e legalização dos seus cidadãos residentes, em ambos Estados

As Repúblicas de Angola e de Cabo Verde manifestaram hoje, segunda-feira, em Luanda, a vontade de institucionalizar o diálogo entre as agências de investimentos e exportações, no quadro da cooperação económica empresarial existente.

A intenção visa incentivar uma maior dinâmica de parcerias de negócios, envolvendo as empresas dos dois países na perspectiva da integração das respectivas economias no mercado regional e global, informou o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto, no final da cerimónia de assinatura do acordo de cooperação no domínio da Administração Autárquica, entre Angola e Cabo Verde.

Neste sentido, as partes concordaram na vinda a Angola do Vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, que chefiará uma equipa técnica e empresarial, em data a acordar por via diplomática.

Angola e Cabo Verde decidiram em continuar a trabalhar no sentido de se encontrar um entendimento reciprocamente vantajoso, no plano comercial, que permite a reabertura das linhas regulares aéreas e marítimas.

As companhias áreas dos dois países acordaram o desenvolvimento de estudos, para a implementação de uma parceria estratégica mutuamente vantajosa, para a exploração conjunta dos destinos, no decorrer do ano em curso (2018).

COOPERAÇÃO TÉCNICA

Neste capítulo, as partes concordaram em dar continuidade a dinâmica da cooperação nas mais diversas áreas e sectores, com destaque para a administração autárquica, a defesa, administração interna, cultura, desporto, formação de recursos humanos e protecção e reinserção social.

Os dois países acordaram em criar condições técnicas e legais que permitem a identificação e legalização dos seus cidadãos residentes, em ambos Estados.

O governo cabo-verdiano manifestou o reconhecimento pelo processo de regularização dos seus cidadãos, que permitiu resolver a situação migratória destes em Angola, tendo solicitado a sua continuidade, com base em estudos a serem realizados por organismos competentes.

Anunciaram ainda a vontade da efectivação da isenção de vistos em passaportes ordinários para os cidadãos dos dois países, bem como decidiram regularizar a situação dos imóveis das respectivas missões diplomáticas, na base da reciprocidade.

O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, cumpre desde domingo último uma visita de três dias a Angola, destinada ao reforço da cooperação bilateral.

Fonte: Jornal de Angola

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade