Home » Actualidades » Preços dos produtos importados em Março de 2018 aumentaram 0,4% em Cabo Verde – INE

Preços dos produtos importados em Março de 2018 aumentaram 0,4% em Cabo Verde – INE

Por destino económico dos bens, as categorias que contribuíram para a subida de preços na importação foram “bens intermédios” (6,4%) e “bens de capital” (19,2 %).

Os preços dos produtos importados em Março deste ano em Cabo Verde aumentaram 0,4 por cento (%), valor inferior em 0,6 pontos percentuais (p.p.) face ao registado no mês anterior.

A taxa de variação mensal dos preços dos produtos exportados fixou-se em -0,5%, em Março deste ano, valor inferior em 1,1 p.p. face ao registado no mês de Fevereiro, confirmam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

As estatísticas, divulgadas hoje na Cidade da Praia, revelam também que a taxa de variação mensal registada pelo Índice de Termos de Troca (ITT) foi de -0,2%, valor superior em 0,9 p.p. face ao registado no mês anterior.

Em Março último, o índice de preço da importação situou-se em 98,2 tendo conhecido um aumento de 0,4% relativamente ao mês de Fevereiro.

O índice subjacente na importação verificou, nesse mesmo período, um acréscimo de 0,8% face ao mês anterior, enquanto o índice volátil na importação diminuiu 0,5% face ao mês de Fevereiro deste ano.

Durante este período, a descida de preços na importação foi atenuada pelas categorias “bens de consumo” (-3,2%) e “combustíveis” (-2,3%).

Por destino económico dos bens, as categorias que contribuíram para a subida de preços na importação foram “bens intermédios” (6,4%) e “bens de capital” (19,2 %).

Nas importações por principais secções do Sistema Harmonizado (SH) registaram-se aumentos mais expressivos de preços nos produtos do reino vegetal (3,4%), metais comuns e suas obras (10,2%), máquinas e aparelhos, material eléctrico e suas partes, aparelhos (13,5%) e material de transporte (23,3%).

Entretanto, as diminuições de preços de maior relevância observaram-se nas secções animais vivos e produtos do reino animal (-7,0%), produtos minerais (-2,1%) e produtos das indústrias químicas ou das indústrias conexas (-0,6%).

“Essas diminuições contribuíram para atenuar a evolução positiva do índice global da importação”, lê-se no documento divulgado pelo INE.

Em Março de 2018, o índice de preço da importação diminuiu 1,2%, relativamente ao mês de Março de 2017.

Os índices, subjacente e volátil, na importação, verificaram em Março de 2018, decréscimos de 0,5% e de 2,8%, respectivamente, face ao mês de Março de 2017.

Ainda no mês de Março de 2018, o índice de preço nas exportações situou-se em 100,6 correspondendo a um decréscimo de 0,5% face ao mês anterior.

Em relação ao índice subjacente na exportação verificou, em Março de 2018, um acréscimo de 0,8% face ao mês anterior, enquanto que o índice volátil na exportação diminuiu 3,5% face ao mês anterior.

De acordo com os mesmos dados, a taxa de variação homóloga do índice de preço das exportações situou-se em -0,1%, em Março último, enquanto o índice subjacente na exportação verificou, em Março deste ano, acréscimo de 1,0% face ao mês homólogo de 2017.

O índice volátil na exportação, por outro lado, diminuiu 2,8% face ao mês de Março de 2017.

O ITT, no mês de Março deste ano, situou-se em 102,4 com uma taxa de variação homóloga positiva de 1,0%, indicam os dados do INE, que confirmam também que, durante o período em análise, registou-se uma deterioração nos índices de termos de troca, com uma diminuição global de 0,2%, comparativamente ao mês anterior.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade