Home » Actualidades » São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

Trinta formandos recebem, esta quarta-feira (18), em Mindelo, certificados relativos a uma acção de capacitação na área de guia turístico comunitário. Esta formação, que se teve a duração de sete meses, enquadra num projecto de Promoção do Turismo Solidário na ilha de São Vicente.

A ilha de São Vicente passa a contar com mais 30 guias turísticos, saídos de uma formação realizada nos últimos sete meses. A entrega dos certificados acontece nesta quarta-feira (18), no acto de encerramento a realizar-se na Biblioteca Municipal do Mindelo.

Entre esses formandos estão jovens, mulheres chefe de família e desempregados das Vale de Calhau e Madeiral, Lameirão, Mato Inglês, Ribeira Bote, Salamansa, São Pedro.

A formação durou sete meses, num total de 300 horas, tendo sido distribuídas entre 200 horas de aulas teóricas e 100 horas de aulas práticas. O plano curricular foi estruturado em estreita colaboração com o ISCEE e a certificação dos formandos será feita ao seu abrigo.

Esta acção enquadra-se no projeto Rede de Promoção do Turismo Solidário e Inclusivo, do Desenvolvimento Sustentável e Valorização do Território na Ilha de São Vicente. Teve como objetivo ministrar e promover conhecimentos teóricos e práticos de forma transversal e multidisciplinar, capacitando esses formandos para orientar, assessorar e conduzir turistas, informando sobre aspectos socioculturais, ambientais, geográficos, comunitário e outros.

O Projeto “Rede de Promoção do Turismo Solidário e Inclusivo, do Desenvolvimento Sustentável e Valorização do Território na Ilha de São Vicente” é financiado pela União Europeia no valor de 476.557,99 € e promovido pela Associação dos Amigos da Natureza (AAN) em parceria com o Centro de Estudos Rurais e Agricultura Internacional (CERAI) e a Câmara Municipal de São Vicente (CMSV) em colaboração com os associados ProEmpresa, ISCEE, o Programa das Áreas Protegidas de São Vicente e Santa Luzia do Ministério da Agricultura e Ambiente e as Associações Rurais e Comunitárias de São Vicente.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade