Home » Classificados » CECV lança linha de crédito de financiamento à renovação da frota de táxis

CECV lança linha de crédito de financiamento à renovação da frota de táxis

A Caixa Económica de Cabo Verde (CECV) lançou no mercado uma linha de crédito ilimitada com o objectivo de financiar a renovação da frota de táxis do país e promover a protecção ambiental, privilegiando a utilização de viaturas menos poluentes. Nesse âmbito, a CECV e a Associação de Proprietários de Táxis da Praia, Eassinaram, a 6 de Abril, um protocolo que visa estabelecer condições especiais de acesso a essa linha de crédito, através da adesão ao pacote “Taxi Pay”.

– Presidente da Associação de Proprietários de Táxis da Praia diz que a medida é oportuna e vai de encontro aos anseios da classe

 

Com a criação desta linha de financiamento para a renovação da frota de táxis, a CECV deu mais um importante passo rumo à sua missão de contribuir para o desenvolvimento económico e sustentável do país. Esta é a visão espelhada pelo PCE da CECV, António Semedo, que realça o contributo que este novo produto financeiro traz para Cabo Verde.

“Ao criar e pôr à disposição do país uma linha de crédito com esta importância para permitir a renovação da frota de táxis, que é um sector de actividade económica que está efetivamente ligado ao sector maior que é o Turismo, estamos a alavancar o desenvolvimento económico do país, permitindo que este serviço de transporte seja prestado em boas condições. Com viaturas novas, com toda a segurança e com toda a higiene exigida, mas também, com motoristas devidamente formados”.

Esta linha de crédito que também visa promover a inclusão financeira, destina-se a todos os taxistas do país pelo que o protocolo com a Associação de Proprietários de Táxis da Praia rubricado a 6 de Abril é um primeiro passo rumo à concretização desse objectivo. Esse protocolo vai permitir atribuir condições especiais aos cerca de 300 membros dessa Associação no acesso a essa linha de crédito, através do pacote Táxi Pay.

 

Bonificação de taxas de juro

O pacote Táxi Pay consiste na concessão de uma bonificação da taxa de juro e uma compensação financeira em dinheiro como contrapartida pela colocação de autocolantes publicitários da CECV e pela utilização de POS, para que os táxis passem a disponibilizar pagamento com cartões bancários a bordo das viaturas.

Conforme explica António Semedo, os juros variam conforme o preçário em vigor na empresa, mas, para a adesão ao Táxi Pay, os membros da Associação de Táxis da Praia terão um desconto de 1 ponto percentual e, se for para uma viatura não poluente, terão dois pontos percentuais de desconto.

“Neste momento, a taxa de juros para uma viatura convencional é 9%. Para Taxi Pay é 8% e para Taxi Pay com viatura não poluente é 7%”, explica, realçando que o financiamento desta linha de crédito da CECV vai cobrir 80% do preço da viatura adquirida.

A CECV espera, assim, ter uma boa adesão dos taxistas, indo de encontro aos anseios demonstrados anteriormente pela classe.

“Esta linha vem na sequência do apelo feito pelo presidente da Associação de Proprietários de Táxis da Praia que se tem queixado das dificuldades no acesso ao financiamento para a actividade económica e renovação da frota. E foi em resposta a essa constatação que avançámos”, garante.

 

Associação de Proprietários de Táxis da Praia motivada

João Vaz, presidente da Associação de Proprietários de Táxis da Praia, mostra-se motivado com a oportunidade que esta linha de crédito vai trazer aos taxistas da capital.

“Este protocolo vem satisfazer os anseios da comunidade empresarial de taxistas da capital. Até há bem pouco tempo, nenhum banco se aventurou em financiar a aquisição de táxis porque era inviável. Por isso, temos de louvar esta iniciativa e agradecer à Caixa Económica por este protocolo”.

Na ocasião, João Vaz anunciou que, desde o início das negociações do protocolo com a CECV, a Associação vem encetando, paralelamente, contactos com empresas de stands de viaturas para renovação da frota.

“O objectivo é substituir um bom leque de viaturas. Sabemos que não vai ser fácil porquanto são muitos táxis que precisam de remodelação”.

Até porque, na sua óptica, só o acesso ao financiamento não chega para remodelar e trazer mais credibilidade ao sector do táxi na capital.

“Queremos que o Governo avance com medidas para proteger o mercado a nível da fiscalização e regulação. Neste momento, temos duas frotas de táxi na capital: uma que é constituída pelos táxis legais e outra que integra um grupo expressivo de 400 táxis fazendo concorrência desleal”, esclarece.

Nesse contexto e para que o Táxi Pay seja efetivamente um sucesso, João Vaz apela ao Governo para que seja também parceiro neste processo que junta a CECV e a associação que representa.

“Agora que já firmamos este protocolo, o Governo deve tomar as medidas necessárias para que a classe se sinta protegida e com coragem para avançar com a renovação da frota”.

Refira-se que, conforme dados oficiais da antiga Direção Geral de Transportes Rodoviários (DGTR), há quatro anos, a média de idade da frota de táxis rondava os 11 a 12 anos.

No entender de João Vaz, esses dados mostram que a frota está “envelhecida” e que esta linha de crédito é uma “boa oportunidade” para mudar o cenário da frota de táxis do país e, em especial, da capital.

 

Condições da linha de crédito para renovação da frota de táxi

* Ser cliente da CECV;

* Ser proprietário de táxi com licença válida;

* A viatura a ser substituída deve ter idade mínima de 4 anos ou necessidade de renovação forçada;

* Não possuir crédito e/ou outras responsabilidades em incumprimento na CECV ou na Central de Risco;

* Liquidar eventual dívida relacionada com a viatura a ser substituída;

* Domiciliar na CECV os rendimentos da exploração do táxi; e

* Assumir o compromisso de desactivar como táxi a viatura a ser substituída na data de entrega/recepção da viatura adquirida com o produto do financiamento.

 

Compensação financeira como contrapartida da colocação de auto-colantes publicitários

 

*Pela adesão ao pacote Táxi Pay com concessão de financiamento para aquisição de viatura para táxi:

 

-Além da bonificação da taxa de juro por cada táxi que veicule a publicidade, a CECV pagará uma compensação anual no valor de 25 mil escudos, ao qual se acresce o IVA à taxa em vigor;

 

*Pela adesão ao pacote, sem concessão de financiamento, por cada táxi que veicule a publicidade:

 

-A CECV pagará uma compensação anual no montante de 75 mil escudos ao qual se acresce o IVA à taxa em vigor;

 

-No final de cada ano, a compensação será paga directamente na conta indicada pelo proprietário de táxi na altura do respectivo contrato de adesão ao pacote Táxi Pay.

 

 

 

 

 

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade