Home » Mundo » Moçambique: Ex-Presidente dos Direitos Humanos acusada de desvio de fundos

Moçambique: Ex-Presidente dos Direitos Humanos acusada de desvio de fundos

Alice Mabota montou um esquema fraudulento que lesou a LDH em 14 mil e 400 dólares (11 mil 672 euros).  

A Direcção interina da Liga dos Direitos Humanos (LDH) de Moçambique apresentou queixa ao Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) contra a antiga presidente da organização, Alice Mabota, por alegado desvio de fundos.

Segundo a queixa – noticiada pelo semanário “Savana” -, Alice Mabota ordenou, alegadamente, à responsável financeira da LDH, Teresa de Sousa, o pagamento de rendas fictícias por uma casa do seu marido, Marcolino Frederico Mahumane, entre Agosto de 2013 e Julho de 2014, quando a organização já tinha escritórios próprios.

O hipotético esquema fraudulento lesou a LDH em 14 mil e 400 dólares (11 mil 672 euros), lê-se na queixa publicada pelo jornal moçambicano, que alude a outras supostas irregularidades.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade