Home » Actualidades » Leite Vida está a ser distribuído nos grandes hotéis do país

Leite Vida está a ser distribuído nos grandes hotéis do país

Também nas escolas do país decorrem sessões de “degustação”.

Apesar da polémica em torno lei “protecionista” sobre as taxas alfandegárias dos lacticínios e sumos de fruta, em vigor desde Janeiro passado, o leite Vida da Tecnicil já se encontra em quase todos os hotéis do país, incluindo a cadeia dos três resorts Meliã, na ilha do Sal. Também nas escolas do país decorrem sessões de “degustação”.

Segundo informações avançadas ao A NAÇÃO por José Luís Cuevas, director de operações do grupo Meliã para Cabo Verde e região do Mediterrâneo, o Vida está a ser consumido nos três resorts (Dunas, Tortuga e Llana & TUI Sensimar) desde o início de Fevereiro e está a ter uma “boa aceitação” por parte dos hóspedes. Para já, estes três resorts estão a adquirir cerca de 16 toneladas mensais do Vida, que passa a ser um dos poucos produtos “made in” Cabo Verde a conseguir penetrar no mercado dos resorts.

RIU em negociações

Além da cadeia Meliã, Alfredo Carvalho, presidente do conselho de administração (PCA) da Tecnicil, revelou ao A NAÇÃO que o leite produzido pela sua empresa também está a ser distribuído no hotel Hilton, na ilha do Sal, além de “quase todos os hotéis e todos os resorts” do país.

A excepção é a cadeia RIU, com quem a Tecnicil está ainda a negociar. “A RIU trabalha com um fornecedor e este está a negociar connosco o fornecimento do nosso leite para os seus hotéis”, explicou Alfredo Carvalho, perspectivando que em breve o leite Vida possa entrar também nos quatro resorts do grupo RIU no país.

Além do leite, e dos sumos que, conforme Alfredo Carvalho, ainda têm “pouca” penetração nos hotéis, a sua empresa quer colocar nas grandes estruturas hoteleiras a gama de iogurtes que irá lançarbrevemente. “Relativamente a iogurtes, vamos lançar oito sabores em dois formatos: 125 e 250 gramas. Todos do tipo cremoso. Para os hotéis, as embalagens têm de ser de cinco quilogramas. Só daqui a dois meses estaremos em condições de fazer isso”, avançou.

Leite nas escolas

No que diz respeito aos rumores de que a Tecnicil iria estabelecer contratos com as escolas do país para distribuição do leite Vida, Alfredo Carvalho desmente que essa acção esteja realmente em curso e esclarece que, tal como nos pontos de venda, também nas escolas e cantinas estão a decorrer “campanhas de degustação” para “dar a conhecer o produto ao mercado, ao consumidor”.

No processo de industrialização do leite, sumos e iogurtes para o mercado nacional a Tecnicil investiu mais de 10 milhões de euros (um milhão de contos), e passou a ter capacidade para encher nove mil embalagens de um litro, por hora, e também outras nove mil embalagens de 200 mililitros, por hora, de produto. No final do ano isto equivale a mais de 31,5 milhões de litros e 14,6 milhões de copos de iogurte de 125 gramas, num turno de oito horas em 365 dias. Ao todo, o investimento para a produção de leite, sumos e iogurtes permitiu a geração de 85 novos postos de trabalho directos na Tecnicil, conforme o PCA da empresa.

GC

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade