Home » Actualidades » Religião: Cardeal Dom Arlindo Furtado nomeado membro do Comité da Paz da CERAO 

Religião: Cardeal Dom Arlindo Furtado nomeado membro do Comité da Paz da CERAO 

A decisão foi tomada durante a 16ª sessão Ordinária do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Regional da África Ocidental (CERAO/RECOWA), que teve lugar na Praia,  de 26 a 30 de Janeiro de 2018.

Segundo a mensagem endereçada ao Cardeal Dom Arlindo Furtado, trata-se «de um projecto há muito desejado pelos cardeais, arcebispos e bispos da África Ocidental».

 Este novo órgão da Igreja na África Ocidental tem por missão «a prevenção, a mediação, a resolução e a transformação dos conflitos», diz o documento assinado pelo presidente da CERAO/RECOWA, Arcebispo Ignatius Kaigama, que exprimiu a sua «profunda gratidão por Dom Arlindo ter aceite este serviço em nome da Família da Igreja de Deus na África Ocidental».

 Dom Arlindo regozija-se pela iniciativa deste importante organismo para a prevenção e mediação dos conflitos na Região e também por ter sido uma feliz decisão tomada no encontro do Conselho Permanente dos Bispos da nossa sub-região africana que aconteceu em Janeiro passado em Cabo Verde.

 Os outros dois membros do Comité da Paz da Conferência Episcopal Regional da África Ocidental (CERAO/RECOWA) são os Cardeais John Cardinal ONAIYEKAN (Nigéria) e Philippe OUEDRAOGO (Burkina Faso).

No Comité da Paz, os 3 cardeais representam as três áreas linguísticas da África Ocidental.

 De referir que de 10 a 14 de Abril acontece um encontro em Abuja, capital da Nigéria com o objectivo de reunir cardeais de cada área linguística para mediação de conflitos e promoção da paz, onde participam especialistas de diversas áreas. O Cardeal Dom Arlindo Furtado foi escolhido para integrar esta comissão.

 O primeiro encontro servirá ainda para fazer a programação das actividades. Numa região onde há muitos conflitos, Dom Arlindo mostra-se expectante e espera que as Igrejas locais e regionais possam dar grande contributo de forma a encontrar maior entendimento, mais diálogo e mais democracia.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade