Home » Cultura » Assomada: Romance póstumo de Celestino Almada lançado esta sexta-feira

Assomada: Romance póstumo de Celestino Almada lançado esta sexta-feira

O lançamento está agendado para esta sexta-feira, 09, às 16 horas, na Assomada, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

“Os Coelhos e seus parentes, empregados e amigos” é um romance póstumo de Celestino Almada, o primeiro presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina. A obra, que aborda a realidade desse concelho do interior de Santiago no início do século XX, é apresentada esta sexta-feira, 09, na Assomada. Celestino Almada deixou, ainda, manuscritos em prosa e poesia.

“Os Coelhos e seus parentes, empregados e amigos” é agora dado à estampa pela Livraria Pedro Cardoso e o seu lançamento está agendado para esta sexta-feira, 09, às 16 horas, na Assomada, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

De acordo com Aquiles Almada, filho do autor, já havia uma edição reduzida, quando o pai ainda estava vivo, de apenas 50 exemplares para familiares e amigos mais próximos. “Resolvemos falar com a Livraria Pedro Cardoso, que aceitou avançar com esta edição. O livro é um romance que aborda um pouco a realidade de Santa Catarina no início do século XX”, revela.

Natural de Achada Falcão (Santa Catarina) Celestino Almada nasceu em 1950, tendo-se graduado em Administração Autárquica, nos anos oitenta, em Coimbra. Foi o primeiro presidente de Santa Catarina, entre 1992 e 1996, sendo ainda hoje recordado pela sua “capacidade de trabalho, entrega ao bem comum e nome referencial do progresso e desenvolvimento do concelho”. Faleceu, precocemente, em 2012.

Na literatura, para além do romance “Os Coelhos e seus parentes, empregados e amigos”, Celestino Almada deixou, ainda, mais quatro “manuscritos”, em prosa e em poesia. “Queremos fazer a sua publicação, de acordo com a disponibilidade e possibilidade”, diz Aquiles Almada.

Celestino dos Santos Almada faleceu a 20 de Janeiro de 2012, durante uma viagem, vítima de um enfarte súbito provocado por doença prolongada. Tinha 62 anos.

ACN – Leia mais na edição 549 do A Nação, já nas bancas.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade