Home » Actualidades » Deputados proclamam por unanimidade o 03 de Dezembro como Dia Nacional da Morna 

Deputados proclamam por unanimidade o 03 de Dezembro como Dia Nacional da Morna 

O Dia Nacional da Morna coincide com a data do nascimento de Francisco Xavier da Cruz, B. Léza, e em homenagem aos compositores deste género musical cabo-verdiano

Os deputados adoptaram esta terça-feira, por unanimidade, o 03 de Dezembro como Dia Nacional da Morna, depois de uma ampla discussão que ocorreu num ambiente de “grande serenidade” como fez questão de realçar o presidente do Parlamento, Jorge Santos.

Na sua declaração de voto, a deputada Paula Moeda justificou que o grupo parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) votou favoravelmente a proposta de lei por entender que a morna é um “grito de liberdade, de dor, de esperança e de apelo constante às igualdades, lutas e conquistas”.

Para a deputada, o voto “sim” da sua bancada justifica-se também pelo facto de a morna merecer “mais promoção, estudos e mais divulgação”.

A parlamentar exortou ao ministro da Cultura, Abraão Vicente, no sentido da promoção dos textos poéticos e ensaísticos de Pedro Cardoso há muito tempo esgotado no mercado nacional e que, segundo a deputada, “precisam ser divulgados para enaltecer ainda mais a morna”.

Por sua vez, Dália Delgado, em nome dos deputados do Movimento para a Democracia (MpD-poder) enalteceu aquele género musical como “alma profunda do povo cabo-verdiano”.

“Este é um momento suficientemente emocionante já que as próprias características da morna servem de um abraço das ilhas”, enfatizou a deputada.

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID-oposição), na voz da sua eleita Dora Pires também explicou por que razão os seus colegas votarem sim, dizendo que a morna é a “identidade e parte dos cabo-verdianos”.

Na sua perspectiva, a proclamação do Dia nacional da Morna é também uma forma de “valorização” dos intérpretes e compositores cabo-verdianos.

“Votámos a favor para que a unidade possa continuar dentro e fora do país através da morna”, concluiu a deputada.

O Dia Nacional da Morna coincide com a data do nascimento de Francisco Xavier da Cruz, B. Léza, e em homenagem aos compositores deste género musical cabo-verdiano.

Segundo a nota introdutória da proposta de lei, este compositor mindelense deixou a Cabo Verde e ao mundo “um acervo de composições de qualidade ímpar”, além de ter inspirado todas as gerações de compositores e intérpretes de morna que lhe sucederam.

A iniciativa da proposta de lei partiu do grupo parlamentar do MpD.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade