Home » Actualidades » Futebol: Rúben Semedo presente ao tribunal de Espanha

Futebol: Rúben Semedo presente ao tribunal de Espanha

O inquérito judicial do jogador, ex-Sporting, decorre em Llíria, Valencia, e está marcado para as 9 horas em Cabo Verde.

O futebolista luso-cabo-verdiano, Rúben Semedo vai ser presente ao tribunal de Espanha na manhã desta quinta-feira (22). O inquérito judicial do jogador, ex-Sporting, decorre em Llíria, Valencia, e está marcado para as 9 horas em Cabo Verde. O jogador do Villarreal responde pelos crimes de agressão e sequestro, segundo o jornal espanhol, “Las Províncias”.

Na passada quarta-feira, dia em que foi realizado o primeiro inquérito não judicial ao jogador, este optou por manter o silêncio. Os agentes da Guardia Civil espanhola fizeram uma inquirição ao jogador, que contou com companhia de uma equipa de advogados formado por causídicos espanhóis e pelo português Bebiano Gomes, mas não obtiveram respostas.

Uma vez presente ao um juiz, Rúben Semedo deverá, à partida voltar a optar pelo silêncio. Isto porque, depois de confrontados com as provas recolhidas pela polícia espanhola, os advogados consideraram que os indícios não são claros e que nesse sentido fará mais sentido à defesa do jogador não falar. De qualquer das formas, a decisão final sobre manter o silêncio ou falar perante o juiz só será tomada esta quinta-feira.

Recorde-se que Rúben Semedo foi detido na terça-feira, pelos crimes de agressão e sequestro. A informação foi avançada pelo jornal espanhol “Las Provincias”, que conta que “no passado dia 12 de Fevereiro foi apresentada uma queixa na polícia por um homem que disse ter sido atado, agredido e sequestrado por Rúben Semedo e por outros dois homens na casa do jogador”.

Um dos homens terá ainda efectuado disparos para o intimidarem. Depois disso, “tiraram-lhe a chave e foram a casa dele roubar dinheiro ou algo que pudesse incrimina-los”.

Para além do testemunho do queixoso, que identificou Rúben Semedo, a polícia encontrou na casa do jogador também uma arma, dois tacos de basebol, um taco de golfe e vestígios de sangue.

Este não é o primeiro incidente que envolve o antigo jogador do Sporting Clube de Portugal. Em Novembro de 2017, foi detido pelo crime de ameaças na sequência de um episódio com uma arma junto a um estabelecimento nocturno de Valencia. Depois de ouvido pela polícia, Rúben Semedo foi libertado, mas ainda tem de ser presente a juiz e o Ministério Público, que pede dois anos de prisão para o atleta. Pouco tempo antes, houve outra queixa de agressões também junto a um estabelecimento noturno.

O defesa de 23 anos deixou o Sporting para rumar ao Villarreal no Verão, mas fez apenas cinco jogos pelo clube espanhol por se ter lesionado com gravidade.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade