Home » Actualidades » Ministério Público acusa ex-funcionária da Câmara Municipal da Praia por crime de peculato

Ministério Público acusa ex-funcionária da Câmara Municipal da Praia por crime de peculato

Foi-lhe aplicada como medidas de coação o termo de identidade e residência (TIR) e interdição de saída do país.

O Ministério Público acaba de acusar uma antiga funcionária da Câmara Municipal da Praia de crime de peculato, tendo-lhe aplicado como medidas de coação o termo de identidade e residência (TIR) e interdição de saída do país.

Segundo um comunicado da Procuradoria Geral da República, a ex-funcionária da então Agência de Distribuição de Água (ADA) foi detida fora de flagrante delito para interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida atrás referida.

A jovem de 26 anos, de acordo com o comunicado que a Inforpress teve acesso, exercia as funções de caixa na antiga ADA e, nesta qualidade, aproveitou para “subtrair, em proveito próprio, o montante de um milhão, cinquenta e quatro mil, duzentos e quarenta e dois escudos”.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade