Home » Cultura » Escritor moçambicano Mia Couto participa da tertúlia “Por uma terra sem amos” na Biblioteca Nacional

Escritor moçambicano Mia Couto participa da tertúlia “Por uma terra sem amos” na Biblioteca Nacional

“Por uma terra sem amos”, uma conversa sobre a importância da literatura na construção da independência de um país e na sua afirmação cultural.

O escritor moçambicano Mia Couto estará em Cabo Verde nesta sexta-feira, 09, para participar numa tertúlia sobre o tema “Por uma terra sem amos”, a realizar-se no âmbito da Morabeza – Festa do Livro.

O vencedor do prémio Camões em 2013, que deveria ter participado na primeira edição do festival literário, respondeu, desta feita, ao convite do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC), e já garantiu a sua presença na tertúlia que terá lugar na Biblioteca Nacional de Cabo Verde.

O autor de “Raiz de Orvalho”, “Terra Sonâmbula” e “A Confissão da Leoa”, vai debruçar-se sobre o tema “Por uma terra sem amos”, uma conversa sobre a importância da literatura na construção da independência de um país e na sua afirmação cultural.

A primeira edição da Morabeza – Festa do Livro aconteceu de 31 de Outubro a 05 de Novembro de 2017, na Cidade da Praia, tendo reunido vários escritores de renome nacional e internacional, como o único prémio Camões de Cabo Verde, Arménio Vieira, e ainda os escritores Germano Almeida, Oswaldo Osório, Vera Duarte, Dina Salústio, Joaquim Arena, José Eduardo Agualusa, José Rodrigues dos Santos, Afonso Cruz e Valter Hugo Mãe.

A Morabeza – Festa do Livro foi considerada pelo MCIC o “maior evento literário da África lusófona”, e constituiu um “importante” momento de literatura, do livro, da Biblioteca Nacional e também de Cabo Verde.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade