Home » Actualidades » Académico brasileiro recolhe livros para Cabo Verde

Académico brasileiro recolhe livros para Cabo Verde

Em apenas 40 dias de campanha, Leandro Garcia conseguiu recolher 1150 obras, "um verdadeiro recorde", como diz.

Mais de mil títulos, de autores contemporâneos brasileiros, é o resultado de uma campanha de recolha de livros lançada por Leandro Garcia, investigador, professor e director do Acervo de Escritores Mineiros da Universidade Federal de Minais Gerais (UFMG) no Brasil.

Com isso pretende ajudar os leitores cabo-verdianos a conhecerem a actual produção literária brasileira, que diz ser pouco ou nada conhecida em Cabo Verde.

A ideia de realizar uma campanha de recolha de obras contemporâneas da literatura brasileira surgiu depois de Leandro Garcia ter realizado uma visita de trabalho a Cabo Verde, no final do ano passado, a convite da Embaixada do Brasil na Praia. Aqui e na Cidade Velha ministrou palestras centradas na obra e na figura do Padre António Vieira relativas à sua passagem por este arquipélago no Natal de 1652, conforme artigo publicado pelo A NAÇÃO no seu nº 538, de 21-12-2017.

Foi depois dessa experiência, que lhe permitiu conhecer um pouco da realidade literária brasileira disponível nas livrarias e principais bibliotecas da capital de Cabo Verde, que Leandro Garcia decidiu avançar com a campanha, ainda em Dezembro do ano passado, depois do seu regresso de Cabo Verde.

“Nas bibliotecas e livrarias da Praia vi apenas alguns ‘clássicos’ brasileiros, mas não a produção contemporânea. O que se lê actualmente do Brasil são os livros de autoajuda, mas a boa literatura não, infelizmente”, explicou ao A NAÇÃO.

Em apenas 40 dias de campanha, Leandro Garcia conseguiu recolher 1150 obras, “um verdadeiro recorde”, como diz.

Leia mais na edição impressa nº543 do Jornal A NAÇÃO.

 

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade