Home » Actualidades » São Tomé e Príncipe: ONU vai “apaziguar situação política”

São Tomé e Príncipe: ONU vai “apaziguar situação política”

A missão surge “em resposta à solicitação feita, tanto pela representação da Oposição, quanto pelo Governo”.

Representante Especial do secretário-geral das Nações Unidas para a África Central deverá chegar, na próxima quarta-feira, 24, à capital são-tomense, para “apaziguar a situação política” naquele arquipélago lusófono do Golfo da Guiné.

Numa nota de imprensa enviada à STP-Press, Zahira Virani, coordenadora-residente das Nações Unidas em São-Tomé e Príncipe, sublinhou que a ida do representante da ONU surge “em resposta à solicitação feita, tanto pela representação da Oposição, quanto pelo Governo, para facilitar a restauração de um clima de paz institucional” na sequência de um encontro de auscultação entre as duas partes, realizada nas instalações das Nações Unidas, em São-Tomé.

“O propósito desta visita”, indicou Virani, será de encontrar-se “com todas as partes implicadas e proceder à avaliação da situação a fim de ajudar a apaziguar a situação”.

Os encontros realizados, quarta-feira, 17, permitiram à Representante do Sistema das Nações Unidas auscultar, ambas as partes, sobre a crise institucional que se instalou entre o Poder e a Oposição, resultante da promulgação pelo Presidente da República, da Lei Orgânica que cria o novo Tribunal Constitucional e da eleição pela Assembleia Nacional (Parlamento) dos cincos juízes deste novel Tribunal, bem como as próximas eleições, entre outros temas.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade