Home » Actualidades » PJ detém suposto assassino de Nuno Silva

PJ detém suposto assassino de Nuno Silva

O indivíduo será presente ao tribunal na tarde desta sexta-feira, para efeito da aplicação da medida de coação.

A Polícia Judiciária no Sal, numa operação conjunta com a Polícia Nacional, deteve na madrugada desta sexta-feira (19), o indivíduo suspeito de assassinar o jovem sanvicentino, Nuno Silva, na passada quarta-feira.

Sobre o agora detido, que responde pelo nome de André Tavares, recaem as acusações da prática de dois homicídios, sendo uma na sua forma tentada. O indivíduo será presente ao tribunal na tarde desta sexta-feira, para efeito da aplicação da medida de coação.

O crime aconteceu no interior de uma casa comercial, na zona de Tanquinho Norte, em Santa Maria, na sequencia de um desentendimento entre o suposto homicida e Nuno Silva. Este último foi baleado por seis vezes.

Refira-se ainda que um cidadão português, que também trabalha na empresa, foi baleado por duas vezes. Ainda assim conseguiu chegar, na sua própria viatura, à clínica onde recebeu os cuidados médicos. Contudo na manhã desta quinta-feira foi evacuado para cidade da Praia.

Nuno Silva era natural da ilha de São Vicente, mas há já alguns anos que residia na ilha do Sal. Chegou a jogar em algumas equipas na ilha, nomeadamente Académico (onde foi campeão) e Santa Maria. Na ilha de São Vicente representou uns quantos clubes, entre eles o Derby. Nuno Silva era também irmão do jogador internacional por Cabo Verde, actualmente no Desportivo das Aves, Carlos Ponck.

JF

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade