Home » Actualidades » Governo está mais forte e organizado para melhorar o seu desempenho e servir Cabo Verde – PM

Governo está mais forte e organizado para melhorar o seu desempenho e servir Cabo Verde – PM

Ulisses Correia e Silva fez essas considerações no seu discurso de empossamento dos novos membros do Governo

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, defendeu que o Governo está “mais forte e organizado” para melhorar o desempenho governamental e “servir Cabo Verde e uma causa”.

Ulisses Correia e Silva fez essas considerações no seu discurso de empossamento dos novos membros do Governo, que aconteceu esta tarde na Presidência da República.

Segundo o chefe do executivo, com a remodelação efectuada reforçou-se a coordenação económica e financeira, as reformas económicas e a coordenação do ecossistema que integra a competitividade, o fomento empresarial, a atracção de investimentos e a formação profissional e o emprego.

Destacou ainda, o facto de com esta renovação tenha conseguido reforçar a coordenação da agenda política e da comunicação do Governo, bem como as políticas transversais da juventude.

“Adoptamos uma solução ousada, inovadora e fundamentada com a instalação da sede do Ministério da Economia Marinha em São Vicente. Demos um especial realce à integração regional colocando-a na chefia do Governo e sob responsabilidade de um ministro adjunto do primeiro-ministro”, disse.

Ulisses Correia e Silva realçou, ainda, que o governo conhece bem os contextos internos políticos, institucionais, económicos e sociais em que opera.

Admitiu que não será fácil o trabalho do Governo, mas reafirmou o seu empenho com os compromissos assumidos, com a convicção redobrada de que o seu governo “irá mudar Cabo Verde”.

Num momento em que o país está a crescer “em bom ritmo”, prometeu, para 2018, um melhor ambiente de negócios, importantes investimentos nos transportes marítimos inter-ilhas e a operacionalização do “hub” aéreo, na ilha do Sal.

“Um importante pacote para financiamento da requalificação urbana em parceria com os municípios irá ser lançado através de um sistema de alavancagem e de fundos, assim como o projecto Cidade Segura a ser implementado na Praia”, realçou.

Ulisses Correia e Silva asseverou, também, medidas de inclusão social dirigidas às famílias, às crianças, aos idosos e deficientes, bem como investimentos e medidas políticas para os sectores da justiça, educação, saúde, defesa e segurança.

Questionado pelos jornalistas, no final da cerimónia, sobre a aceleração que prevê nas reformas, sobretudo, a económica, o primeiro-ministro lembrou que só está a 20 meses de governação e que não encontrou um país em condições para celebrar sobre o que existia.

“Tivemos que fazer reformas, mas 2018 vai ser um ano especial relativamente a vários sectores, visando eficácia para produzir resultados para os cabo-verdianos”, frisou.

Quanto a uma possível revisão da Constituição anunciada pelo Presidente da República no seu discurso durante o acto, o primeiro-ministro indicou que os grupos parlamentares já estão a trabalhar nesta perspectiva, no sentido a dar corpo a algumas mudanças necessárias.

No que respeita a regionalização, Ulisses Correia e Silva avançou que já está em curso “algum trabalho” assim como “entendimentos com a oposição, faltando apenas ser trabalhado para que seja levada à plenária para a sua aprovação”.

O novo elenco governamental da IX Legislatura é constituído por 20 membros, sendo 13 ministros e seis secretários de Estado adjuntos, que se juntam ao primeiro-ministro.

A equipa governativa é constituída maioritariamente por homens, figurando apenas quatro mulheres.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade